CORONAVÍRUS

No Maranhão

1007
34639
8965
955
LANÇAMENTO

Filme e animação: Sonic é a estreia da semana

O filme traz para os cinemas o corre-corre desenfreado de um estressado protagonista de jogos eletrônicos dos últimos anos

Reprodução

O humorista Jim Carrey está de volta às telonas com Sonic — O filme. Mas é justamente um boneco produzido pelos computadores que rouba a cena, como protagonista. Ele limita até a participação de Carrey. Todo destaque é mesmo do ouriço, criado em animação, atopetado de reluzentes espinhos azuis.

Muito conhecido do público ligado em jogos eletrônicos, Sonic (com a voz de Ben Schwartz), o ouriço, criado em animação,  é protagonista de uma franquia japonesa, popular por mais de 30 anos.

Nada enturmado, Sonic (em algumas partes da aventura chamado de Mancha Azul, Demônio Azul e até de “ouriço espacial”) chega à pequena cidade de Green Hills (Montana), ao acaso. Disposto a correr na vida — já que tem potencial para alcançar a marca dos quase 500km/h —, na Terra, ele deve passar despercebido, por recomendação de uma antiga tutora batizada de Garra-Longa. No corre-corre, o personagem acaba por se envolver com a família do policial Tom (James Marsden), um tanto inquieto pela perspectiva de marasmo no dia a dia.

Tendo por recurso dramático uma série de portais que fazem lembrar Caverna do dragão, a trama do filme segue o comando do diretor Jeff Fowler (estreante, mas que tem no currículo a indicação ao Oscar de melhor curta-metragem, por Gopher Broke) e discute temas como solidão e conquista de maturidade. Orçado em US$ 95 milhões, Sonic — O filme promete breves referências à figura de Flash, outro às da velocidade. Bigodudo e com ares de hipster, o personagem de Jim Carrey é o doutor Robotnik, um tipo que tem muita vocação para executar planos de caráter dúbio.

O cartaz do filme, em si, é revelador, sem deixar dúvidas: Robotnik promete dar trabalho não só para a dupla Sonic e Tom, mas ainda por aqueles que os cercam, casos dos personagens interpretados por Tika Sumpter e Adam Pally, respectivamente, Maddie, uma dedicada companheira de Tom, e Billy Rob, um inexperiente agente de polícia, sempre desnorteado, mas sob as asas de Tom. 

Entre os recursos para sabotar a existência de Sonic, Robotnik lança mão de uma numerosa quantidade de drones observadores e autodeterminados.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias