CORONAVÍRUS

No Maranhão

1021
218435
203617
5012
ECONOMIA

Conta de luz fica mais barata em janeiro; entenda

O sistema de bandeira tarifária sinaliza o custo da energia gerada, favorecendo o uso consciente de anergia elétrica

Foto: Reprodução

A Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) determinou que a bandeira tarifária para o mês de janeiro será amarela. Isso refletirá em uma economia para os consumidores, já que no último mês estava em vigor a bandeira vermelha.

De acordo com a ANEEL, a mudança de bandeira aconteceu devido a melhora nas condições de geração de energia elétrica no país. O sistema de bandeira tarifária sinaliza o custo da energia gerada, favorecendo o uso consciente de anergia elétrica. No caso da tarifa amarela, o  custo adicional na conta de luz de R$1,343 a cada 100 kWh consumidos.

Leia também

Em decorrência da pandemia da covid-19 as bandeiras tarifárias foram suspensas, mas devido a queda no nível de armazenamento nos reservatórios das hidrelétricas e a retomada do consumo de energia a diretoria da ANEEL reativou a sistemática de acionamento das Bandeiras Tarifárias.

A Gerente de Regulação da Equatorial Maranhão Rafaela Moreira alerta que “mesmo diante desta economia, é importante que o consumidor continue a utilizar a energia elétrica de maneira eficiente e sem desperdícios”, destacou Rafaela

Entenda como funciona o sistema de bandeiras tarifárias

Vale lembrar que as bandeiras tarifárias mudam todo mês e a divulgação dessa alteração obedece a um calendário. Esse mecanismo foi implantado desde 2015, com o objetivo de sinalizar ao consumidor o custo real da energia gerada mensalmente e desestimular o desperdício.

A bandeira tarifária é definida pelas cores vermelha, verde e amarela. Essas cores indicam se haverá ou não acréscimo no valor da conta de luz, devido ao uso das termelétricas.

Vários fatores podem influenciar nisso, tais como: estiagem de chuvas, o nível dos reservatórios das hidrelétricas e queda na produção de energia. Essas condições elevam o custo e para compensar, é instituído o acréscimo de valor.

Todos os estados possuem o sistema de bandeiras, menos a Roraima, que não faz parte do SIN (Sistema Interligado Nacional).

  • Bandeira verde: sem custo;
  • Bandeira amarela: R$ 1 a cada 100 quilowatts-hora; e
  • Bandeira vermelha: Patamar 1 – R$ 3 a cada 100 quilowatts-hora. E patamar 2 – R$ 5 a cada 100 quilowatt/hora.

Neste ano, em 2021, as bandeiras de cada mês serão divulgadas de acordo com um calendário da ANEEL. Confira:

  • Fevereiro – 21/01/2021
  • Março – 26/02/2021
  • Abril – 26/03/2021
  • Maio – 30/04/2021
  • Junho – 28/05/2021
  • Julho – 25/06/2021
  • Agosto – 30/07/2021
  • Setembro – 27/08/2021
  • Outubro – 24/09/2021
  • Novembro 29/010/2021
  • Dezembro 26/11/2021
  • Janeiro – 30/12/2021

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias