BENEFÍCIO

FGTS: saiba quando e quem pode sacar os R$ 998

O projeto de lei que amplia o valor do saque foi aprovado em novembro. A Caixa aguarda, agora, a assinatura de Bolsonaro para liberar os pagamentos

Divulgação

Para que o aumento do limite de saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para R$998 seja autorizado é necessário que o presidente Jair Bolsonaro assine o texto do projeto. Segundo a Secretaria-Geral da Presidência, o prazo para que Bolsonaro converta a MP em lei vai até 18 de dezembro. Até essa data, o presidente pode, ainda, vetar alguns pontos da medida, como o próprio aumento de limite dos R$998.

Leia também:

A Caixa Econômica Federal aguarda a assinatura do projeto para anunciar como será feito o pagamento dos recursos extras, ou seja, se haverá algum novo calendário ou é possível ir a qualquer momento nas agências para sacar.

Segundo o texto aprovado pelo Congresso, podem sacar R$998, por conta, trabalhadores que tinham esse valor depositado até o dia 24 de julho, data da publicação da medida provisória.

Nesta sexta-feira (6) a Caixa Econômica Federal fará mais uma etapa de pagamento do saque imediato do FGTS, que libera até 500R$ por conta do trabalhador.

Quem se enquadra nas condições, mas já efetuou o saque dos 500 reais, poderá realizar a retirada da diferença após sanção presidencial. Já quem tinha, na data da edição da MP, saldo maior que R$998 na conta só poderá sacar os 500 reais já previstos anteriormente. Para saber se terá direito ao dinheiro a mais ou não, o trabalhador pode conferir o extrato completo do FGTS. É necessário o cadastro de senha para ter acesso às informações.

É necessário, entretanto, que a retirada dos recursos extras seja feita até março de 2020, data limite do saque imediato. Após esse prazo, a medida é suspensa e os recursos voltam para a conta do trabalhador.

Calendário

  • Nesta sexta-feira (06) a Caixa libera o saque imediato para trabalhadores nascidos em setembro e outubro.
  • No dia 18, é a vez dos trabalhadores que fazem aniversário entre novembro e dezembro.

Os saques podem ser feitos nas casas lotéricas e terminais de autoatendimento, para quem tem senha do cartão cidadão. Quem tem cartão cidadão e senha pode sacar nos correspondentes Caixa Aqui, apresentando documento de identificação, ou em qualquer outro canal de atendimento.

No caso dos saques de até 100 reais, a orientação da Caixa é procurar casas lotéricas, com apresentação de documento de identificação original com foto. Segundo a Caixa, mais de 20 milhões de trabalhadores podem fazer o saque só com o documento de identificação, nas lotéricas.

Quem não tem senha e cartão cidadão e vai sacar mais de 100 reais, deve procurar uma agência da Caixa com CPF, RG e carteira de trabalho em mãos.

As dúvidas sobre valores e a data do saque podem ser consultadas no aplicativo do FGTS (disponível para iOS e Android), pelo site ou pelo telefone de atendimento exclusivo 0800 724 2019, disponível 24 horas.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias