TRABALHO TEMPORÁRIO

Mais de mil vagas de emprego disponíveis em São Luís

Mais de 1.000 vagas estão disponíveis para o fim de ano em São Luís. Para quem quer se candidatar é importante saber que o trabalhador temporário tem os mesmos direitos

Reprodução

O último trimestre do ano sempre aquece a economia por conta do aumento nas vendas do comércio e também pelos empregos gerados durante o período natalino e de réveillon.

A procura do presente ideal e dos produtos específicos, como decorações, roupas e outros serviços oferecidos durante o período, deixa os principais shoppings, centros comerciais e lojas mais disputados pelos clientes. Para que o consumidor saia satisfeito com o atendimento, os empresários procuram contratar mais nos últimos três meses do ano. Com esse cenário bem próximo, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA) faz uma projeção de abertura de 1.100 vagas de emprego nas lojas, estabelecimentos e empresas na capital maranhense, pois o empresário sempre infla sua folha salarial para poder “dar conta” do grande número de clientes.

De setembro a dezembro do ano passado, o comércio ludovicense foi responsável pela geração de 952 novos postos de trabalho formais.

Neste mesmo período de 2019, com a projeção de 1.100 vagas novas de empregos formais, seria um aumento de 15,5% no número de empregos gerados comparando com 2018.

Desemprego na capital

De janeiro até agosto deste ano, o comércio de São Luís apresentou um déficit na geração de emprego no comércio, pois foram 666 desligamentos de empregos formais, ou seja, demissões de pessoas com carteira assinada. Essa retração no mercado de trabalho é reflexo do baixo desempenho do comércio local no primeiro semestre de 2019, uma vez que o volume de vendas do comércio maranhense cresceu apenas +0,4% nos seis primeiros meses do ano.

São mais de 570 mil vagas em todo o país

As previsões de abertura maior de vagas temporárias para este final de ano melhoram as perspectivas para quem está em busca de emprego. Para especialistas em carreiras, as vagas temporárias, além de serem uma oportunidade, ainda que momentânea, de recolocação no mercado de trabalho, trazem uma chance real de o trabalhador ser efetivado e fazer parte do quadro de funcionários da empresa.

Por isso, o profissional que quer se recolocar no mercado de trabalho por meio dessas vagas deve se esforçar tanto no processo de seleção como em seu desempenho na empresa em caso de querer ser efetivado. Para atender as demandas das festas de fim de ano, como Natal e ano-novo, o número de vagas temporárias abertas deve crescer 13,86% entre setembro e dezembro de 2019 em comparação com o mesmo período em 2018. Segundo previsão feita pela Asserttem (Associação Brasileira do Trabalho Temporário), mais de 570 mil vagas poderão ser disponibilizadas na reta final de 2019. No ano passado, foram 500 mil oportunidades temporárias.

Conforme aponta o levantamento, o mês de outubro terá crescimento de 19,84% em comparação com 2018. Em dezembro, período das festas de final de ano, devem ser os meses com maior volume de vagas, com acréscimo de 21,82%.

Saiba onde estão as oportunidades

A maior parte das vagas temporárias, pode acreditar, está sempre no comércio. É fato que o país está em crise, que as lojas estão contratando menos, mas não é por isso que você pode desistir de trabalhar neste fim de ano. Segundo os especialistas, a maior parte das vagas costuma estar mesmo em lojas de roupas e brinquedo, por conta das demandas dos consumidores. Para suportar todo o movimento do comércio, oportunidades também costumam surgir na área de alimentação. Fique atento, principalmente se você precisa trabalhar, mas sabe que, no fundo, não leva jeito para vender.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias