BASTIDORES

Do na­da, tu­do

Assistimos estarrecidos um Congresso Nacional perdido e dividido em facções ideológicas e jogos sórdidos tentando enquadrar e surrupiar o executivo comandado por um governante neurastênico determinado a dominar o país no sistema militar. Nada conseguiu ser útil para a população, cada dia os brasileiros ficam mais pobres no financeiro e educacional, nada mais perfeito que […]

Assistimos estarrecidos um Congresso Nacional perdido e dividido em facções ideológicas e jogos sórdidos tentando enquadrar e surrupiar o executivo comandado por um governante neurastênico determinado a dominar o país no sistema militar. Nada conseguiu ser útil para a população, cada dia os brasileiros ficam mais pobres no financeiro e educacional, nada mais perfeito que um povo miserável e burro para dominar.

No Maranhão, temos um governo de ferrenha oposição ao governo federal travando a vinda de novos recursos e colocando o estado como uma terra da diferença dentro do país Brasil. Normal escutarmos o anúncio de mais e mais obras sem entendermos a mágica da multiplicação dos pães no crítico cenário de recessão nacional, para aumentar o estarrecimento todos os dias inauguram uma nova obra. Diferente de Bolsonaro (PSL), Dino (PCdoB) tem pleno domínio da Assembleia Legislativa, fazendo do voto coletivo dos deputados o atendimento as suas determinações. Nada mais que aprovar os projetos dos Leões, assim funciona o plenário, nenhum projeto de mínima importância foi apresentado pelos parlamentares. Nada de debates técnicos que consiga tirar os habitantes da absoluta miséria.

Do nada poderia acontecer a transformação na qualidade de vida financeira dos maranhenses. Tudo será diferente quando houver educação e renda para a independência dos que nunca tiveram direito ao direito. Continuam em tempo de espera depois de tantos governantes corruptos e inoperantes.

Bem ao seu estilo sútil e determinado, Rubens Jr. (PCdoB), secretário das Cidades, tem implantado sua gestão como executivo de uma das principais pastas do governo de Flávio Dino (PCdoB). Programas sociais de grande alcance e obras que permitem a humanização estão dentro do cronograma para a atender a demanda da necessitada população.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias