Há tempos

Ferrovia iniciada no governo José Sarney vai ser leiloada no governo Bolsonaro

A ferrovia, que nasceu sob denúncia de corrupção já no edital e batizada de obra que “não ligaria nada a coisa nenhuma”, hoje conecta os dois extremos do Brasil

Reprodução

Com extensão de 4.155 quilômetros, a ferrovia Norte Sul, iniciada no governo José Sarney, vai entrar no leilão dos 100 dias do governo Bolsonaro. A via férrea, mais extensa do Brasil, corta os estados de Pará, Maranhão, Tocantins, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

A ferrovia, que nasceu sob denúncia de corrupção já no edital e batizada de obra que “não ligaria nada a coisa nenhuma”, hoje conecta os dois extremos do Brasil. A data da venda da é 28 de março, confirmada pelo Ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas.

Em conversa com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado e diante de empresários do agronegócio, Tarcísio confirmou privatização. No Twitter ele disse: “Aproveitamos para convidar o governador Ronaldo Caiado a ir conosco bater o martelo no leilão da Ferrovia Norte-Sul”.

Participe do WhatsApp da Coluna Bastidores e receba as notícias primeiro que todo mundo. Clique aqui!

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias