CORONAVÍRUS

No Maranhão

1621
30482
8064
911
Só Agradecer

Discursos sem profundidade temática marcam inicio do legislativo

Grande parte desses deputados são os novatos, timidamente estreando com discursos de pouca profundidade temática, mas expressando a vontade de fazer algo importante pelo Maranhão

Nas sessões de segunda-feira e na de ontem da Assembleia Legislativa do Maranhão, pelo menos 26 deputados foram à tribuna agradecer aos votos, manifestar gratidão a familiares, igrejas evangélicas e ao apoio do governador Flávio Dino pelo mandato. Grande parte desses deputados são os novatos, timidamente estreando com discursos de pouca profundidade temática, mas expressando a vontade de fazer algo importante pelo Maranhão, ao ingressar no complexo mundo da política parlamentar.

Quem renovou o mandato também discursou no mesmo tom de quem queria dizer: “Poxa vida, diante de tantas dificuldades, conseguir estar aqui de volta, enquanto a metade do parlamento foi embora”. A política é uma fonte de aprendizado, de crescimento, de angústia, também de frustração e de ódio. Para os deputados eleitos em 2018, principalmente os que acabam de estrear no mandato popular, a responsabilidade é bem maior. As dificuldades também, comparando-se aos maceteados de longos tempos na Casa.

Entrar na Assembleia Legislativa é sair dos limites municipais e ganhar outra dimensão, com o mandato que significa apontar defeitos, lutar por causas que considerar justas e defender tudo isso em escala estadual. É estar presente nos recantos mais remotos do Maranhão e dar conta do que se passa também nas cidades e no país. Fazendo oposição ou apoiando o governo, o deputado é um emissário do povo na solução de problemas, que fogem ao alcance da ação individualizada. Seja mediante lei, ação no parlamento ou nos grotões das necessidades, o deputado carrega nos ombros o dever de ser ético e leal ao eleitor que o fez seu representante.

O que se passa hoje na política é uma busca incessante para tirar o Brasil da crise profunda, que debilitou a economia, transtornou a política e indignou a nação. Portanto, o mandato que começa, desde o presidente da República ao deputado estadual, tudo é novo. É a expressão máxima do desejo de transformar, de corrigir rumos e de defenestrar o passado recente, corroído por más práticas políticas. Espera-se, portanto, que cada mandatário tenha a compreensão dessa realidade caótica e a grandeza para não decepcionar o eleitor. É a hora de construir uma nova história em cima dos escombros da crise que se instalou no país, com forte repercussão no Maranhão.

Participe do WhatsApp da Coluna Bastidores e receba as notícias primeiro que todo mundo. Clique aqui!

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias