ALIANÇA

Consórcio Nordeste: união política, não “ideológica”

Consolidada a aliança entre os estados nordestinos, os governadores – apesar de pertencerem a partidos à esquerda – se ativeram ao discurso político, dispersando possíveis richas “ideológicas”

Reunião dos Governadores no Palácio dos Leões. Foto: Agência Secap

Nesta quinta-feira (14), houve o lançamento do Consórcio Nordeste, o que promete ser uma grande aliança política – e que se ressalte este termo, política, não ideológica – entre os nove estados da região.

O evento, sediado por Flávio Dino, teve a presença de todos os governadores do Nordeste, e contrariou expectativas de que teria um alto teor de posicionamentos ideológicos, uma vez que todos representantes têm como legenda partidos inclinados à esquerda.

Apesar do histórico conturbado de Dino com grandes nomes do governo Federal, os governadores não sucumbiram a perguntas jornalísticas procuraram trazer à tona estas desavenças. “O Fórum não tem posição ideológica política. Nós somos representantes de unidades da Federação – portanto, claro, os partidos têm o seu papel – mas no Fórum, enquanto instância política, não temos posição nem contra o Governo e nem a favor”.

E prossegue: “O que nós desejamos é um Brasil com menos ódio, com menos conflito, menos agressão. Isso não é bom para a democracia nem para a nação. Estamos vendo o resultado da cultura do ódio se espraiando pela sociedade. Então, nós, pelo contrário, somos defensores da cultura da paz”.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias