CORONAVÍRUS

No Maranhão

1104
203334
192476
4601
MARANHÃO

12 mortes em 11 dias nas rodovias do estado

Ocorrências de acidentes nas rodovias federais que cortam o Maranhão foram registradas pela Polícia Rodoviária Federal e causaram doze mortes

Reprodução

O começo do ano não está nada tranquilo nas rodovias federais que cortam o Maranhão. Segundo o relatório diário do Centro de Comando e Controle Regional, divulgado pelo Núcleo de Comunicação Social da Polícia Rodoviária Federal, do início do ano de 2021 até a terça-feira, 12, já ocorreram 12 óbitos. Vale ressaltar que no período de 23 de dezembro de 2020 a 3 de janeiro de 2021 foram registrados 32 acidentes que resultaram em 8 mortes e 54 feridos.

No dia 7 (quinta-feira), 3 acidentes causaram a morte de 7 pessoas. No primeiro acidente, em Alto Alegre do Maranhão, um veículo de passeio colidiu com uma carreta Scania, resultando no óbito de 6 ocupantes do Prisma: Luan Alves Silva, 16 anos; Yani Beatriz Rodrigues Sousa, 9 anos; Marilândia Silva Bezerra, 34 anos; Maria da Conceição Rodrigues Filha, 29 anos; Arthur Levi Rodrigues da Silva, 4 anos. Dois outros ocupantes ficaram feridos gravemente. O motorista do Prisma, de 41 anos de idade, teve traumatismo craniano e faleceu já no hospital.

No outro acidente, em Caxias, um veículo Fiat/ Toro e uma moto Honda/CG 160 colidiram levando o condutor da moto, Antonio Marcos da Conceição Santos de 37 anos, a óbito no local.

No sábado, 9, ocorreram 5 óbitos na BR-222/MA, resultantes de dois  acidentes graves distantes vinte e quatro quilômetros um do outro.

A primeira ocorrência aconteceu no perímetro urbano da cidade de Açailândia, quando um Fiat Siena, de cor prata, colidiu com uma carreta Volvo Fh. As duas ocupantes ficaram gravemente feridas e presas nas ferragens. Elas foram retiradas por uma equipe do Corpo de Bombeiros e levada por populares para a UPA de Açailândia, localizada em frente onde aconteceu a colisão. A condutora sofreu ferimentos na cabeça e fratura nas pernas, e posteriormente faleceu. Segundo levantamento da equipe PRF, a condutora pode ter dormido ao volante, e isto levou o veículo para a contramão na direção à carreta, que seguia no sentido contrário.

Duas horas depois, no km 624 da BR-222, ainda no município de Açailândia, uma picape Renault/ Duster Orochi capotou e provocou a morte de quatro pessoas e deixou mais duas ocupantes feridas. De acordo com a PRF, os ocupantes da picape se dirigiam de Santa Luzia (do Tide) para o munícipio de Governador Edison Lobão. Próximo ao povoado Reta um veículo teria entrado na contramão e colidido lateralmente na picape Oroch, que perdeu o controle e capotou. O condutor, policial militar, e outras três pessoas também morreram no acidente. O policial, soldado PM J. Alcântara, de 35 anos, era natural de Vitorino Freire e ingressou na PM em 2015. Também morreram uma senhora de 42 anos, natural de Santa Luzia (do Tide); uma pré-adolescente, de 12 anos, natural de Imperatriz; e uma outra passageira (sem idade e sem naturalidade identificada). Duas pessoas sobreviveram, uma de 11 anos e outra de 35, ambas do sexo feminino.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Esportes
Polícia
Mais Notícias