TRAGÉDIA

Jovem é sufocado até a morte por segurança de supermercado

O rapaz de 19 anos levou um “mata-leão” do segurança do supermercado Extra, no Rio de Janeiro.

Um vídeo circula nas redes sociais mostrando o momento exato em que o segurança do supermercado Extra, unidade da Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

As imagens são da tarde da última quinta-feira, 14, e mostram que o segurança estava deitado sobre o rapaz, identificado como Pedro Gonzaga. A princípio era um “mata-leão”, acontece que o golpe prosseguiu mesmo com pedidos dos clientes para que o jovem, já desacordado, fosse solto.

Outros funcionários estavam por perto da situação, testemunharam tudo, mas não fizeram nada para impedir. No vídeo é possível ouvir uma das pessoas comentando “Está desmaiado, não tá não?”. Outra acrescenta “Ele está com a mão roxa”. Mas o segurança continua firme, concluindo “Quem sabe sou eu”. Desesperada, outra mulher alega aos gritos “Ele tava no caixa com a gente, não está armado”, mas o segurança afirma: “Você tá mentindo”.

Um funcionário da rede vem até a moça que estava filmando e pergunta: “Por quê você está filmando? Não pode filmar aqui dentro não”.

De acordo com o Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, o socorro foi acionado às 12:47. Pedro deu entrada na unidade de saúde por volta das 14h, chegando a ser ressuscitado, mas logo em seguida sofreu mais duas paradas cardiorrespiratórias e veio a óbito às 15:10. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal pois chegou ao hospital com relato de queda.

A Polícia Militar que também foi acionada ao Extra chegou quando o jovem já havia sido encaminhado pelo Corpo de Bombeiros. Entretanto, as partes ainda presentes foram conduzidas à Delegacia da Barra da Tijuca (16º DP) para apreciação de todos os fatos ocorridos.

O caso acabou sendo encaminhado para a Delegacia de Homicídios da Capital depois que a vítima faleceu.

O supermercado Extra que pertence ao Grupo Pão de Açúcar publicou uma nota afirmando que repudia atos de violência em suas lojas e que uma investigação interna foi aberta para que o caso possa ser apurado. Inicialmente, a empresa chegou a informar que a morte do rapaz foi uma reação para uma possível tentativa de furto a arma de um dos seguranças da unidade.

Em mais um trecho da nota, acrescentaram: “Após o indivíduo ser contido pelos seguranças, a loja acionou a polícia e o socorro imediatamente. A empresa já abriu um boletim de ocorrência e está contribuindo com as autoridades para o aprofundamento das investigações”.

Finalizando ainda com a informação de que os seguranças envolvidos foram afastados do cargo.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias