MARANHÃO

Programa de saúde realizou mais de 200 mil atendimentos em um ano

Com serviços de saúde voltados para atenção básica, o Governo do Maranhão contabiliza mais de 240 mil atendimentos em 30 edições do Mais Saúde e Mais Saúde Criança.

Edição do Mais Saúde no Maiobão. (Foto: Julyane Galvão)

Com serviços de saúde voltados para atenção básica, o Governo do Maranhão contabiliza mais de 240 mil atendimentos em 30 edições do Mais Saúde e Mais Saúde Criança. De agosto de 2017 a junho deste ano, a Secretaria de Estado da Saúde (SES) ampliou as ações em saúde para crianças, jovens e adultos.

Foram 135.242 atendimentos em 15 ações do Mais Saúde realizados em bairros da Região Metropolitana de São Luís, com consultas, exames, ações de educação, emissão de documentos, distribuição de medicamentos, dentre outros. Em 15 edições do Mais Saúde Criança, foram feitos 113.656 atendimentos entre consultas, exames, atividades recreativas e entrega de medicamentos.

“O Mais Saúde tem impacto direto na atenção básica, mas não só isso, reflete em outros aspectos da saúde da população. Quando implantamos o Mais Saúde, ofertamos uma série de serviços e atuamos de forma preventiva”, destacou o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Nas 15 edições do Mais Saúde, os testes rápidos lideram o ranking de atendimento seguido dos serviços de enfermagem (aferição de pressão e pesagem), com 20.126 testes e 19.245 atendimentos, respectivamente. A distribuição de medicamentos e assistência bucal também foram buscados, com 8.998 atendimentos farmacêuticos e 7.385 consultas odontológicas com aplicação de flúor.

No Mais Saúde Criança, os exames laboratoriais foram os mais procurados nas edições, com 62.105 coletas, seguido dos serviços de enfermagem com 7.886 atendimentos. Com relação às as especialidades médicas, pediatria e dermatologia compõe o ranking de busca da população com 3.301 e 3.009, respectivamente.

O gestor estadual da Assistência Farmacêutica da SES e coordenador do Mais Saúde, Sandro Monteiro, credita o sucesso a uma soma de fatores, principalmente, planejamento e dedicação. “Temos muitos relatos positivos sobre o Mais Saúde. É gratificante ver essa credibilidade junto à população que se previne e garante a saúde”, declarou.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS