BOA NOTÍCIA

Governo anuncia acordo com caminhoneiros e greve é suspensa por 15 dias

Após sete horas de reunião, o governo e um grupo de caminhoneiros anunciaram a suspensão da paralisação que afetava estradas de 22 estados e do Distrito Federal

Reprodução

Em pronunciamento na noite desta quinta-feira (24/5), o ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, anunciou um acordo do governo federal com os caminhoneiros, que estavam em greve desde o início da semana. Segundo Padilha, foi assinado um acordo, que terá validade de 15 dias, para que os motoristas retomem as atividades. “A família brasileira depende do transporte rodoviário. Pedimos aos caminhoneiros que voltem a circular. O Brasil precisa de vocês”, disse Padilha.

A greve dos motoristas de caminhões chegou ao quarto dia hoje, antes de o governo anuncia o acordo. Brasileiros enfrentam, até então, uma crise geral no abastecimento. O cenário inclui bombas zeradas nos postos de gasolina, linhas de ônibus reduzidas, ameaças de cancelamento de voos por falta de combustível, escassaz em supermercados e, até, restrições nos cardápios de lanchonetes.

Os prejuízos são percebidos, principalmente, nos setores de transportes e de alimentação. Na quarta-feira,23, consumidores de ao menos 10 estados sentiram falta de itens perecíveis, como frutas, legumes e verduras, segundo a Associação Brasileira de Supermercados (Abras).

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS