O Hospital Nina Rodrigues é referência no Estado, na oferta de tratamento de diversas especialidades psiquiátricas. Inaugurado em 1941, recebeu nome em homenagem ao médico maranhense Raimundo Nina Rodrigues. No próximo dia 25 de março, o hospital completa 77 anos.

Nina Rodrigues é considerado o fundador da antropologia criminal brasileira e pioneiro nos estudos sobre a cultura negra no país. Foi o primeiro estudioso brasileiro a abordar o problema do negro como questão social relevante para a compreensão da formação racial da população brasileira, apesar de adotar uma perspectiva racista, nacionalista e cientificista.

A psiquiatria maranhense

A partir da ‘Reforma Psiquiátrica’ (Lei 10.216/2001), foi estabelecido um modelo de tratamento voltado para a reinserção social, reabilitação e promoção de direitos humanos, tirando o foco da hospitalização, oferecendo tratamento humanizado às pessoas com transtornos mentais, e decorrentes do uso de álcool e drogas.

Segundo o diretor-geral do Hospital Nina Rodrigues, Ruy Cruz, os últimos anos foram de avanços na unidade, principalmente pela ampliação de atendimentos na Unidade de Retaguarda Clínica (URC), que funciona dentro do HNR e serve de apoio ao atendimento para toda a rede de serviços de saúde do Estado em São Luís.

O hospital está agora integrado com a comunidade, diminuindo o estigma do transtorno mental e da assistência aos pacientes que precisam de tratamento por uma doença psíquica, ou em decorrência do uso de álcool e outras drogas”, ressaltou o diretor-geral do HNR, Ruy Cruz.