Reprodução

O secretário de saúde do Maranhão, Carlos Lula, se livrou de um dos inquéritos da Polícia Federal. O desembargador do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, Néviton Guedes, determinou no dia 13 de agosto o arquivamento de processo que investigava Carlos Lula na Operação Pegadores da PF.

Carlos Lula enfrenta outro processo, em segredo de justiça, em que apura possível ilicitudes envolvendo a licitação de uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Chapadinha.

Inocentado

O desembargador inocentou Lula em um processo referente a desvio de dinheiro público de hospitais do estado no ano de 2015, nessa época Carlos Lula ainda não era titular da pasta da saúde e atuava como sub-secretário de saúde do Governo do Maranhão.

O desembargador acatou um parecer da Procuradoria Regional da República da 1ª Região, que se manifestou pelo arquivamento do inquérito.