Mark Zuckerberg, proprietário do Facebook, em postagem recente em sua rede social (Foto: Reprodução)

Os candidatos no estado do Maranhão estão investindo pesado em publicidade digital. Sem tanto dinheiro para fazer campanha como em outras eleições, a internet virou uma ferramenta fundamental para propagar as ideias, e o Facebook em especial tem se dado bem nessa história.

Dados públicos que já foram divulgados pela Justiça Eleitoral revelam que Flávio Dino (PCdoB) investiu R$ 30 mil de sua campanha com impulsionamento de conteúdos na rede social de Mark Zuckerberg, enquanto Roseana Sarney (MDB), já gastou R$ 10 mil com o mesmo propósito. Os governadores são os que mais tem dinheiro nessas eleições, sendo que o comunista tem apenas metade do total disponível para a emedebista.

Veja Também

Em busca de uma das duas cadeiras no Senado, Alexandre Almeida (PSDB) injetou incríveis R$ 55 mil. Os outros concorrentes não colocaram no Facebook ou ainda não divulgaram seus gastos.

Candidatos, partidos e coligações tem até o próximo dia 13 para enviar à Justiça Eleitoral as prestações de contas parciais de suas campanhas. Já as prestações de contas definitivas devem ser encaminhadas até o dia 6 de novembro e, em caso de segundo turno, até o dia 17 do mesmo mês.