Logo após a agressão contra o candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, o Ibovespa, principal índice da Bolsa de Valores de São Paulo, disparou. Conhecido como B3, o índice chegou a ter alta de 1,75%, sendo cotado a 76.533 pontos, às 16h51. Em seguida, a bolsa recuou um pouco e fechou às 17h02, com alta 1,64% e 76.325 pontos.

Avaliações preliminares do mercado financeiro são de que o atentado contra o líder das pesquisas de intenção de voto, no cenário sem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aumenta a popularidade de Bolsonaro, tirando forças eleitorais de nomes da esquerda.

Veja Também

Há, inclusive, a comparação com as ameaças sofridas pelo ex-presidente Fernando Collor de Mello, durante a campanha eleitoral de 1989. Em um comício eleitoral, Collor subiu em um palanque e afirmou que pudessem atirar.