Reprodução

Se depender da decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão, o ex-secretário do governo Roseana, Ricardo Murad, não disputará as eleições deste ano.

Hoje, 21, o TRE-MA manteve a inelegibilidade de Murad por oito anos, a contar com a eleição de 2012.

A pretensão de Ricardo é disputar a eleição de 2018 concorrendo ao cargo de deputado federal. Pouco antes das convenções, Murad havia renunciado da pré-candidatura ao governo, em favor da cunhada Roseana Sarney.

A juíza Josiane Araújo Farias Braga, no ano passado, havia declarado a inelegibilidade de Ricardo. À epoca, ela respondia pela 8ª zona eleitoral, de Coroatá, e julgou uma ação de abuso de poder nas eleições de 2012.

Semana passada um recurso do candidato começou a ser julgado, mas foi protelado depois do pedido de vista do juiz Itaércio Paulino da Silva.

Murad estuda com seus advogados um recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral.