CORONAVÍRUS

No Maranhão

5480
111488
96851
2840
PMDB

Ricardo Murad é retirado do diretório e Roberto Costa continua como presidente

Convenção municipal do PMDB define diretório da capital e a nova executiva da legenda. O nome do ex-deputado Ricardo Murad foi retirado da cúpula da sigla

Foto: Clodoaldo Corrêa.


Clodoaldo Corrêa

Senador João Alberto, deputado Roberto Costa e vereador Fábio Câmara, os nomes fortes no PMDB maranhense

O deputado Roberto Costa continua como presidente, e a novidade é o vereador Fábio Câmara como vice. Outra alteração diz respeito ao nome do ex-deputado Ricardo Murad, que foi retirado do diretório municipal do partido.

O presidente reconduzido, deputado Roberto Costa, afirmou que as mudanças foram pontuais. “Vamos dar continuidade dos membros do Diretório Municipal. As mudanças que ocorrerão serão mudanças pontuais, estamos priorizando a presença da juventude no partido, da chapa do novo diretório”, disse.
Sobre a possibilidade de a secretária Helena Duailibe deixar a legenda, Roberto Costa descartou a hipótese, argumentando que ela agora ocupa um cargo na Executiva do partido. “O partido sai mais uma vez fortalecido. Quanto aos encaminhamentos, nós fizemos um grande acordo aqui que culminou na nossa presença na presidência do partido, o vereador Fábio Câmara o vice-presidente e a Dra. Helena Duailibe a segunda vice-presidente”, pontuou.
Costa lembrou que o partido agora segue na discussão de definir a estratégia política para 2016 e que defende a tese de candidatura própria. “O partido, a partir desse momento, vai dis¬cutir o seu projeto para 2016, o importante nesse momento é que temos várias teses dentro do partido. Uma tese é a que se defende a candidatura própria, tese que eu comungo também. Temos que buscar uma candidatura competitiva, que marque o projeto que o PMDB tem para São Luís”, afirmou
O senador João Alberto, presidente do diretório estadual do PMDB, também esteve presente durante a convenção municipal e destacou a liberdade das executivas municipais em relação à estadual.
O senador também destacou que todos os nomes serão discutidos e citou os de Roberto Costa e Fábio Câmara como possíveis candidatos. “Discutiremos todos os nomes. Aqui mesmo temos o Roberto Costa e o vereador Fábio Câmara. Qualquer um dos dois que for possível poderão ser candidatos, mas não há nenhuma definição. Depende muito do que acontecer até ano que vem. Temos que esperar até ano nos que vem”, informou.
O presidente estadual do PMDB disse que ainda não há definição da vida política do deputado Roberto Costa, mas deixou claro que, caso ele se licencie para se candidatar a prefeito da cidade de Bacabal, o diretório do PMDB terá que se reunir novamente para deliberar sobre a presidência do partido municipal e que o vice, Fábio Câmara, não assumiria automaticamente de modo permanente. “Não há uma definição ainda sobre a candidatura de Roberto Costa, até mesmo como dito pela governadora Roseana, ele seria um excelente nome para São Luís, o presidente Sarney também fala. O vice-presidente não assume automaticamente a presidência. Ele assume provisoriamente e depois é referendado pelo diretório municipal, que vai eleger o novo presidente. Evidentemente, se ele assumir a presidência e for uma pessoa que consiga conquistar a confiança, eu diria a vocês que ele seria um bom nome para continuar”, enfatizou.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias