BASTIDORES

Deputados maranhenses pretendem criar CPI da saúde

Mobilização já se iniciou por parte de alguns deputados da Assembleia Legislativa do Maranhão. Mais de 14 assinaturas já foram coletadas

Uma Comissão Mista Parlamentar de Inquérito (CPMI) pode estar a caminho. A movimentação já começou nos bastidores e deputados estão colhendo assinaturas. Segundo o deputado Marco Aurelio (PCdoB), que assinou o documento para pedir a CPI, confirmou a existência de mais de 14 assinaturas, o necessário para que a CPI seja aprovada.
“Precisamos de 1/3 para que seja aprovada, ou seja, 14 assinaturas”, explicou. O parlamentar confirmou ainda que os deputados Rafael Leitoa (PDT) e o deputado Fernando Furtado (PCdoB). A reportagem entrou em contato com Fernando e este afirmou que mais informações, somente nesta terça-feira, 7.
A oficialização do pedido de CPI pode ser confirmada nesta manhã por deputados da base governista. De acordo com o parlamentar Othelino Neto (PCdoB), ainda não é oficial, mas confirmou a existência de uma mobilização.
“Ainda não chegou às minhas mãos nenhum documento para assinar, mas esta movimentação existe e tem a intenção de apurar denúncias já realizadas nesta tribuna e pelo governo em relação a irregularidades na gestão passada”, disse.
Memória
Recentemente, a reportagem de O Imparcial noticiou denúncia da Força Estadual de Transparência e Controle (Fetracon), órgão vinculado à Secretaria Estadual de Transparência e Controle e criado pelo governo Flavio Dino. De acordo com o órgão, um hospital de 50 leitos na cidade de Rosário ficou apenas no papel. A obra estava prevista para ser entregue em maio deste ano, porém, apenas um terreno está no local em que deveria existir o hospital. Estas e outras denúncias poderão entrar em vigor caso a CPI seja aprovada.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias