INFANTICÍDIO

Mãe do bebê encontrado em saco é identificada

Uma mulher de 30 anos que trabalhava na lanchonete da UFMA de Imperatriz foi identificada como mãe do recém-nascido encontrado em área de matagal da universidade. Ela continua foragida

Corpo de criança foi encontrado rende a um muro. (Foto: ICRIM)

A polícia já identificou a mãe de um recém-nascido encontrado dentro de uma sacola plástica no campus da Universidade Federal do Maranhão de Imperatriz: uma mulher de 30 anos, que é mãe de dois filhos e sempre negou a gravidez em questão para a família.

A mãe e a tia da mulher foram prestar depoimento na delegacia, onde afirmaram que não tinham conhecimento da gestação, mas desconfiavam. Disseram, ainda, que reconheceram uma camisa encontrada junto ao corpo da criança como pertencente da mulher.

Seguindo as investigações, a polícia conversou com os vizinhos da mulher sobre o caso e, segundo alguns depoimentos, a mãe havia estado na localização e foi vista encaminhando a filha para um carro, no qual fugiu.

A mãe da mulher foi indiciada como coautora do crime e sua filha continua foragida. A mãe do bebê trabalhava na lanchonete da universidade e a polícia continua à sua procura. Ao ser encontrada, será presa por infanticídio.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS