Segundo o relatório disponibilizado pela Secretaria de Segurança Pública do Maranhão (SSP-MA), as taxas de homicídios ocorridos por mês na cidade de São Luís este ano são as menores quando comparados com os últimos cinco anos.

O número de vítimas de agosto de 2014, o mais alto da série, aponta 91 mortes; em 2015, 80; em 2016, 63; em 2017, 35; e, em 2018, apenas 24.

Até agora, o ano de 2018 aponta os menores números de homicídios dos últimos quatro anos. Segundo o Coronel Aritanã Lisboa, Comandante do Policiamento da Área Metropolitana 2 (CPAM-2), a queda dessa taxa só foi possível graças ao maior investimento na segurança pública do estado como um todo. “A valorização profissional, a aquisição de mais viaturas, as reformas em instalações de polícia militar e civil, tudo contribuiu para o aumento de operações nas ruas”, afirma Aritanã.

Em relação às causas da violência, o coronel explica que se tratam principalmente de brigas por territórios – problema ligado ao tráfico de drogas -, e espera que o policiamento diminua gradativamente esse problema.

Em 2014, uma média de 75 pessoas morriam, por mês, em São Luís; em 2015, 66; em 2016, 57; em 2017, 45; e, em 2018, 28; apontando uma queda de 37% de mortes nesses cinco anos.

Dados do Portal de Transparência do Maranhão mostram que o investimento mensal em segurança pública no estado vem crescendo a cada ano desde 2015, quando o estado aplicou R$ 1,32 bi no ano todo. Para se ter uma ideia, só até agosto de 2018, já foram investidos R$ 983,1 mi, um aumento de aproximadamente 30% de recursos nessa área.