Comemorações

Dia Municipal do Reggae e aniversário de São Luís são celebrados

Nesta terça-feira (5), é celebrado o Dia Municipal do Regueiro, instituído pela lei nº 4.102 de outubro de 2002.

Reprodução

São Luís é considerada a capital brasileira do reggae, ritmo de origem jamaicana que há aproximadamente cinco décadas embala os ludovicenses. Nesta terça-feira (5), é celebrado o Dia Municipal do Regueiro, instituído pela lei nº 4.102 de outubro de 2002. Em alusão à data, a Prefeitura de São Luís realiza o show ‘Vibrações Positivas’, às 19h, na Praça Nauro Machado, dentro da programação dos 405 anos de São Luís. O evento é organizado pela Comissão Integrada do Reggae e Turismo, que já promove o show há 11 anos, e na oportunidade homenageia pessoas que contribuem para cultura reggae da cidade.

A programação é composta pelos shows das bandas Filhos de Jah, Capital Roots, Guetos e Barba Branca; dos cantores Luís Guerreiro, Levi James e Fabiana Rasta; e dos DJs Jorge Black, Andrezinho Vibration, Nega Glícia, Júnior Black, Ademar Danilo e Gustavo Roots. Além disso, se apresentam os grupos de dança GDAM, Saint Louis e Batan Passos (solo), e as Equipes do Vinil: Star Disco e Clube do Vinil. O apresentador da noite é Alex Müller, que fará a abertura às 19h.

O evento também abre espaço para o artesanato, penteados afros, moda reggae e culinária local. “O reggae se firmou como um marco não só na cidade, mas em todo o estado, com uma grande aceitação do público. O projeto ‘Vibrações Positivas’ vem enaltecer esta cultura e celebrar o aniversário de São Luís, abrilhantando a nossa programação que envolve um público de todas as idades. Os ludovicenses e visitantes vão poder apreciar bandas, cantores, radiolas, DJs, equipes de vinil, grupos de colecionadores, grupos de dança, comunicação e mídias alternativas, bares, artesanato, culinária, fotografia, audiovisual, trancistas e moda reggae”, ressaltou o secretário municipal de cultura, Marlon Botão.

A Comissão Integrada do Reggae e Turismo é formada por 14 representantes dos vários segmentos da cadeia produtiva do movimento reggae. No dia 11 de maio, o Brasil comemora o “Dia Nacional do Reggae”. A data foi sancionada pela presidente Dilma Rousseff e é uma homenagem a Bob Marley, considerado o grande difusor do ritmo pelo mundo, que faleceu em 11 de maio de 1981.

MESTRES

Ainda nesta terça-feira (5), a Prefeitura promove – dentro da programação dos 405 anos da cidade – uma ação formativa com os mestres da cultura popular. José de Jesus Figueiredo (Zé Olhinho, dirigente do Boi e do Tambor de Crioula Unidos de Santa Fé), Dona Maria Célia Ribeiro (diretora da Escola de Samba Marambaia) e do professor Wagno Cássio dos Santos, o Careca (dirigente do Tambor de Crioula Correio de São Benedito) falarão sobre suas visões acerca da cidade. A mediação é de José de Ribamar Moraes (Coordenador de Eventos/Secult).

A roda de conversa é organizada pela Biblioteca Municipal e acontece das 9h às 11h, na escola Estado do Amazonas, localizada na Rua Dr. Newton Bello – Bairro de Fátima. Ao final, terá uma apresentação do Tambor de Crioula de Zé Olhinho.

A Galeria Trapiche, equipamento municipal de cultura, está com a exposição ‘Acervo’, que reúne pinturas e esculturas do conjunto de bens que ocupam os prédios e órgãos públicos do município. A mostra passeia pelas artes e história, a partir das obras de artistas maranhenses. A exposição fica em cartaz até 14 de outubro e pode ser visitada das 14h às 19h, na Galeria, localizada na Avenida Vitorino Freire, em frente ao Terminal de Integração da Praia Grande.

Ainda nesta terça-feira (5), a Galeria recebe a roda de conversa “Ritos e lendas de São Luís nas artes visuais”, com a participação do artista visual Miguel Veiga. O bate papo acontece das 15h às 17h.

MOSTRAR MAIS