Um dia de violência

Região metropolitana registra cinco assassinatos em 24 horas

Entre os crimes, foram registrados dois feminicídios.

Um dia de violência! Assim podemos dizer sobre o que aconteceu entre as 7h35 da última quinta-feira (16) e as 6h de ontem, quando cinco pessoas foram assassinadas a tiros e facadas. As vítimas tinham idade entre 15 e 62 anos.

Entre os crimes, foram registrados dois feminicídios, sendo um na Vila dos Nobres, região do bairro do Coroadinho, e outro no Conjunto Alexandra Tavares. O da Vila dos Nobres foi a morte que abriu o dia violento. A vítima foi identificada como Domingas Ladiele Sousa Maciel, de 33 anos, morta a facadas dentro da casa onde morava.

O principal suspeito do crime é o ex-companheiro, com quem teria tido um relacionamento por 16 anos. Eles estariam separados há três meses e o homem não aceitava o fim, matando a vítima a facadas na manhã de quinta. O suspeito fugiu após o crime e, até o fechamento desta edição, ainda não tinha sido preso. O segundo assassinato foi na Vila Samara. Um adolescente de 15 anos foi baleado por volta das 14h. O rapaz ainda chegou a ser socorrido e encaminhado para uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. Cerca de 24 minutos após a morte do garoto de 15 anos, mais uma mulher foi assassinada. Maria do Nascimento Góes Freitas, de 49 anos, morreu após ser atingida a facadas. Por volta das 20h30, Edmilson Nunes Pereira, de 32 anos, foi morto a tiros na Vila São Sebastião, também região do Coroadinho. O crime foi o quarto homicídio do dia.

Já nas primeiras horas da manhã de ontem, um homem de 62 anos foi assassinado a tiros na Vila Embratel, região Itaqui-Bacanga. Joselino dos Passos morreu após ser baleado, às 6h. Com esses casos, somam-se 28 homicídios nos primeiros 17 dias de novembro, além de uma lesão corporal seguida de morte e dois latrocínios, totalizando 31 mortes violentas na região metropolitana de São Luís, neste curto espaço de tempo.

MOSTRAR MAIS