‘Minha Casa, Minha Vida’

448 apartamentos do ‘Minha Casa, Minha Vida’ serão entregues em São Luís

Mais dois empreendimentos habitacionais construídos na capital por meio do programa do governo federal ‘Minha Casa, Minha Vida’ vão ser entregues pela Prefeitura de São Luís

Reprodução

A Prefeitura de São Luís vai entregar mais dois empreendimentos habitacionais construídos na capital por meio do programa do Governo Federal ‘Minha Casa, Minha Vida’, executado pelo município. São os residenciais Piancó I e II, na região Itaqui-Bacanga. Cada empreendimento possui 224 apartamentos. Ontem foi realizada pelos beneficiários contemplados pelo programa a vistoria técnica dos imóveis, uma das etapas finais para a entrega das unidades às famílias.

Nos últimos quatro anos foram entregues pela Prefeitura mais de 11 mil unidades residenciais, com alcance de quase 45 mil pessoas com o sonho da casa própria. “Temos avançado na área de habitação com planejamento e trabalho. Já são milhares de famílias beneficiadas e ainda temos muitas unidades em construção para serem entregues. Com isso estamos dando mais dignidade e qualidade de vida a essas famílias”, disse o prefeito Edivaldo. Além das unidades já entregues outras sete mil estão em construção.

O secretário municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), Mádison Leonardo Andrade, acompanhou as vistorias realizadas nos imóveis. “Mais dois empreendimentos do ‘Minha casa, Minha Vida’ concluídos pela Prefeitura de São Luís, contemplando centenas de famílias ludovicenses com um benefício primordial à sua dignidade, que é ter a moradia própria”, disse Mádison Leonardo. A entrega dos empreendimentos reforça o compromisso do prefeito Edivaldo em reduzir o déficit habitacional na capital e proporcionar mais qualidade de moradia e de vida à população.

Os residenciais Piancó I e II fazem parte de um complexo de oito empreendimentos, totalizando 2.144 apartamentos construídos na Vila Embratel, região Itaqui-Bacanga. Já foram entregues o Piancó VII e VIII. O imóvel, em condomínio fechado, possui seis compartimentos – sala, dois quartos, banheiro, cozinha e área de serviço – sendo beneficiado ainda com área de lazer, guarita e quadra esportiva. O projeto Piancó tem em sua infraestrutura ruas pavimentadas, abastecimento de água, drenagem pluvial e energia elétrica.

A vistoria dos imóveis realizada nesta sexta-feira pelos futuros moradores do Piancó I e II, acompanhados por profissionais de engenharia da construtora que executou o projeto, é uma exigência do Governo Federal e deve ser feita antes da entrega definitiva das chaves. “O procedimento de vistoria permite ao futuro morador fazer a verificação in loco da estrutura predial e do acabamento das habitações que vão receber e, dessa forma, constate que estão conforme o projeto. Sem a vistoria, o beneficiário não assina o contrato”, observou o titular da Semurh.

Segundo o secretário, também já estão prontos para serem entregues mil casas do Residencial Eco Tajaçoaba, na região do Santa Bárbara, zona rural de São Luís. O procedimento de vistoria desses imóveis inicia no fim deste mês, para que a entrega definitiva das residências seja feita até o fim de dezembro próximo.

Empreendidos

Nos últimos anos, a Prefeitura também já entregou unidades dos residenciais Vila Maranhão I, II, III, IV e V; Ribeira I a IX; Luiz Bacelar I e II; apartamentos do Recanto Verde; Residencial São José V; Piancó VII e VIII; casas do Residencial Santo Antônio e Residencial Amendoeira I, II e III. Estão em construção os residenciais Morada do Sol (Maracanã); Residencial Mato Grosso (Mato Grosso); entre outros empreendimentos. O sonho da casa própria para 448 famílias contempladas com unidades habitacionais do Piancó I e II está agora bem próximo. A família da dona de casa Claudilene Boaes Santos, de 41 anos, é uma delas. Claudilene foi uma das primeiras a chegar ao residencial Piancó II para vistoriar o apartamento onde vai morar.

MOSTRAR MAIS