Economia

Varejo cresce em novembro, mas vendas caem 6,4% no acumulado do ano

Os dados divulgados pelo IBGE indicam que, em novembro, a receita nominal do setor cresceu 0,9% frente a outubro.

Por: Agência Brasil
Foto: Reprodução

As vendas do comércio varejista do país fecharam novembro com crescimento de 2% em relação a outubro, na série livre de influências sazonais, interrompendo uma sequência de quatro taxas negativas consecutivas e que levou o setor a fechar o período janeiro-novembro com queda de 6,4%, na comparação com o mesmo período de 2015.

Os dados da Pesquisa Mensal do Comércio (PMC) foram divulgados, hoje (10), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e indicam que, em novembro, a receita nominal do setor cresceu 0,9% frente a outubro.

Já no resultado acumulado de janeiro a novembro, a receita nominal do varejo cresceu 4,8%, frente ao mesmo período de 2015.

O IBGE ressalta que a variação positiva do volume de vendas em novembro compensou parte da perda acumulada pelo setor de 2,3% de julho a outubro, contribuindo para interromper a trajetória de queda no indicador de média móvel trimestral, de 0,3% observada desde maio de 2016.

Na série sem ajuste sazonal, no confronto com igual mês do ano anterior, o volume de vendas caiu 3,5% em relação a novembro de 2015, a vigésima taxa negativa seguida nesse tipo de comparação. Ainda assim, foi o recuo menos acentuado desde os -2,7% de junho de 2015.

Assim, os resultados permanecem negativos para o volume de vendas. Além dos -6,4% do ano, o acumulado dos últimos doze meses fechou negativo em 6,5%.

Varejo ampliado tem saldo positivo

Os dados divulgados pelo IBGE indicam, ainda, que no comércio varejista ampliado (que inclui, além do varejo, veículos, motos, partes e peças de material de construção) as variações sobre o mês imediatamente anterior também foram positivas.

O volume de vendas cresceu 0,6% e a receita nominal 0,3%, na série livre de influências sazonais. E nas comparações que envolvem o ano anterior (série dessazonalizadas), o volume de vendas apresentou resultados negativos com quedas de 4,5% em relação a novembro de 2015, de 8,8% no acumulado do ano e de 9,1% no acumulado dos últimos 12 meses.

Já a receita nominal acusou crescimento de 1,7% sobre novembro de 2015, mas fechou em queda nos períodos janeiro-novembro e nos últimos 12 meses: -0,6% e -0,8%, respectivamente.

Por atividades

O crescimento de 2% nas vendas do comércio varejista de outubro para novembro deste ano significa resultados positivos em cinco das oito atividades pesquisadas. O principal destaque veio do avanço de 0,9% em hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo; seguido pelos 7,2% de outros artigos de uso pessoal e doméstico e pelos 2,1% de móveis e eletrodomésticos. O setor de equipamentos de escritório, informática e comunicação cresceu 4,3%.

Na outra ponta, entre as atividades com redução no volume de vendas, entre outubro e novembro, aparecem tecidos, vestuário e calçados (-1,5%), livros, jornais, revistas e papelaria (-0,4%) e combustíveis e lubrificantes (-0,4%).

Resultados positivos em 23 estados

O crescimento de 2% nas vendas do comércio varejista, entre outubro e novembro do ano passado (série com ajuste sazonal) reflete resultados positivos em 23 das 27 unidades da federação, com as maiores taxas de variação sendo observadas em Tocantins (6%) e Paraíba (3,8%). Alagoas e Roraima, ambos com taxas de -0,9%, são os estados com recuos mais acentuados.

Frente a novembro de 2015, série sem ajuste sazonal, o comércio varejista registrou queda em 21 dos 27 estados para o volume de vendas, com destaque para Pará (-13,7%). Paraíba (11%) apresentou o maior aumento do volume das vendas em novembro.

No comércio varejista ampliado, 23 unidades da federação apresentaram variações negativas na comparação com novembro do ano passado. Em termos de volume de vendas, destacaram-se Pará (-14,2%) e Paraíba (3,2%). Os estados com maior impacto negativo foram São Paulo (-5,1%) e Rio de Janeiro (-7,4%).

IFMA oferece 120 vagas em cursos de graduação pelo SISU

Inscrições começaram nesta segunda (dia 29) e vão até 1º de junho. Vagas são para Barra do Corda, Imperatriz e Timon.

Mutirão vai realizar mais de 8 mil atendimentos pelo SUS

A previsão é que sejam disponibilizados mais de 8 mil procedimentos via Sistema Único de Saúde (SUS) em um único dia

MEC divulga as primeiras notas de corte do Sisu

As inscrições começaram nessa segunda-feira (29) e vão até o dia 1º de junho. Para se inscrever, o candidato precisa ter feito o Enem 2016 e não ter tirado 0 na redação

Rodoviários vão paralisar atividades na próxima segunda

Por meio de nota, Sindicato dos Rodoviários garante que categoria vai paralisar a frota de ônibus de São Luís caso não haja avanço nas negociações

Seleção de bolsistas para PET em Física

As inscrições ficam abertas entre os dias 29 de maio e 09 de junho, sendo ofertadas cinco bolsas com chamada imediata e três para cadastro de reserva

Maranhão lança guia de centros e museus de ciência

O lançamento do guia impresso e online acontecerá no dia 2 de junho em Chapadinha, no auditório da Universidade Federal do Maranhão (UFMA), às 14h

O que entra no catálogo da Netflix em junho

Para o mês de junho, entrarão no catálogo 12 séries, 12 filmes, quatro obras infantis e seis documentários

Casa da Gestante em ITZ aproxima mães e bebês

O local recebe gestantes e parturientes que não teriam onde ficar enquanto aguardam o parto ou que seus bebês recebam alta médica.

Unidade do 'Viva' é inaugurada em Codó

A unidade atende a toda a região dos cocais e responde a uma demanda histórica dos codoenses.

PEC do Foro Privilegiado está pronta para votação

Proposta pode ser votada a partir desta terça-feira (30).

Maranhense conquistou medalha de ouro no judô

Natural de Imperatriz, o jovem conquistou o mais alto lugar no pódio, em competição realizada na Bahia, no fim de semana

MA na rota global da sustentabilidade

Um dos grandes diferenciais do empreendimento está em aproveitar a riqueza natural dos ventos maranhenses para produzir energia elétrica renovável e limpa

Atrações maranhenses e nacionais no São João

O São João de Todos tem início no próximo dia 18 de junho e conta com a presença de Elba Ramalho e Geraldo Azevedo junto dos maranhenses César Teixeira e Flávia Bittencourt

Brasileiros já pagaram R$ 900 bilhões de impostos em 2017

O valor se refere à arrecadação de todos os impostos, taxas e contribuições que vão para a União, os estados e os municípios.

Comércio prevê queda em Dia dos Namorados

Pesquisa da Fecomércio-MA revela queda de -11,8% do nível de consumidores que pretendem comprar produtos nesse período

VEJA MAIS