CORONAVÍRUS

No Maranhão

6872
89714
68655
2219
REDE SOCIAL

Uso do TikTok ajuda artistas brasileiros a fazer sucesso

Como a rede social TikTok viralizou músicas e popularizou artistas no Brasil

Reprodução

Muitas são as formas de músicas alcançarem o patamar de sucessos, contudo recentemente uma ferramenta tem sido crucial. O TikTok, uma rede social de vídeos curtos de 15 a 60 segundos, tem sido uma das responsáveis por sucessos na música brasileira e estrangeira. Na raba toma tapão, do funkeiro Niack; Eu já, eu nunca, de Angel; Tudo em sigilo, da MC Bianca, foram sucessos na plataforma e de ouvintes em streamings no Brasil. Internacionalmente, o TikTok ajudou nos sucessos de Old town road, de Lil Nas X, e The Box, de Roddy Rich, músicas com milhões de reproduções em serviços como  Spotify e YouTube.

Em meados de maio, uma série de jovens adeptos do aplicativo no Brasil começaram um desafio de qual estado brasileiro teria o melhor estilo de funk. A faixa usada para as versões foi Na raba toma tapão, de Niack. Lançada em abril, a canção teve um boom de ouvintes chegando a ser a música brasileira mais escutada naquele mês no app Deezer e alcançando a marca de mais de 25 milhões de reproduções pelo Spotify.

“No começo, foi espontâneo, a gente não imaginava que o engajamento da música começaria de lá”, comenta Niack sobre o sucesso repentino da música. O funkeiro falou que, quando ele e a equipe perceberam, começaram a trabalhar com ações de marketing em cima disso. “Tem sido gratificante demais para mim, porque, apesar de eu ter acreditado que algum som meu iria estourar, eu não achei que seria tão rápido”, conta o cantor. Ele também ressalta que, após todo este processo, passou a ser mais ativo no TikTok para interagir com os fãs.

O MC tem utilizado a rede social atualmente para impulsionar os próximos lançamentos. Niack contou também por lá o lançamento de outros videoclipes. “Minha meta é conseguir emplacar mais alguns hits e, se assim Deus permitir, trabalhar bastante para dar uma condição melhor para a minha família”, vislumbra o músico.

Quem também teve sucesso pelo aplicativo foi a cantora Angel. “Devido à quarentena, eu fiquei com mais tempo livre e compus essa música. Queria levar diversão para as pessoas que estão em casa. Aí, pensei em coisas comuns que todo mundo fez e criei a canção”, conta a  cantora. A produção passou a ser usada no Tik Tok com pessoas respondendo às perguntas feitas pela cantora.

Diferentemente de Niack, a cantora era adepta da rede social. “Posto vídeo lá todos os dias! Fica aí o meu @ pra quem quiser seguir: angeloficial_”, conta a cantora que antes do sucesso no app tinha apenas um EP de 5 faixas, Be free.

Por não ter sido pensada exatamente para o aplicativo, mas ter se popularizado por lá, o sucesso foi surpreendente para cantora “Foi algo que aconteceu. Eu pensei nas pessoas brincando de Eu Nunca, Eu já, até porque, quem nunca brincou disso, né? Mas não imaginei que fosse viralizar logo no TikTok”, lembra Angel. “Acho também que é uma super oportunidade pras pessoas mostrarem seus trabalhos, vi gente de várias áreas ganhando visibilidade por causa dos vídeos postados lá”, completa a artista.

A quarentena não foi produtiva apenas para Angel. O TikTok como um todo teve uma subida no número de usuários e visualizações. O app aproveitou os tempos em que as pessoas estão mais próximas do celular para lançar projetos conscientização que chegaram a ser vistos na casa das bilhões de vezes, segundo informações de Rodrigo Barbosa, , community manager do aplicativo no país. “Mais do que nunca, nosso usuários estão recorrendo a plataformas online como o TikTok para se manterem entretidas, informadas e conectadas. Isso já vinha acontecendo antes da covid-19, mas se intensificou desde o início da pandemia”, explica Rodrigo.

Famoso mundialmente desde 2018, quando se tornou o aplicativo mais baixado dos Estados Unidos, o TikTok conquistou uma legião de fãs no Brasil. “Temos uma estratégia de localização forte, em que incentivamos os usuários a criarem conteúdos relevantes para a sua cultura e tendências regionais. Acreditamos que isso tenha feito a diferença para o nosso sucesso no país”, explica o community manager.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Notícia Boa
Checamos
Polícia
Gastronomia
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias