SÃO LUÍS

Prefeitura de São Luís lança projeto “Reviva”no Sarau Histórico

Em sua primeira edição dentro do “Reviva”, o evento reuniu interessados em conhecer mais sobre a capital maranhense e resgatou um pouco da antiga cidade conhecida como Atenas Brasileira

Reprodução

Ana Jansen imponente em sua carruagem, acompanhada por Benedito Leite, ícone político. Ao lado, um coreto expondo objetos do período colonial e retomando a figura da mais perversa ama que São Luís já conheceu. Em poucos passos, era possível esbarrar em barões, reis e poetas notórios como Gonçalves Dias. A São Luís de dois séculos atrás retratada no projeto “Reviva” lançado na noite desta sexta-feira (11), com o Sarau Histórico, que atraiu centenas de pessoas – moradores e turistas – para a Praia Grande. A iniciativa da Prefeitura de São Luís tem como proposta apresentar a cidade contando sua história, promover a interação social e movimentar o Centro Histórico. O prefeito Edivaldo e a primeira-dama Camila Holanda compareceram ao evento.

Em sua primeira edição dentro do “Reviva”, o evento reuniu interessados em conhecer mais sobre a capital maranhense e resgatou um pouco da antiga cidade conhecida como Atenas Brasileira, pela sua rica literatura e região onde cantam os sabiás, pela variedade de espécies da fauna. O Sarau Histórico foi promovido no período das férias, mas, devido ao sucesso, foi determinado pelo prefeito Edivaldo que tivesse continuidade. O evento passa a integrar a agenda cultural da cidade e se realiza uma vez ao mês.

O prefeito Edivaldo, acompanhado da primeira-dama Camila Holanda e das duas filhas, prestigiou o evento. “A iniciativa agrega valores ao bairro e é de grande significado por atrair diversos públicos, de todas as idades, e muitos turistas. É o projeto pensado para dar impulso ao comércio local, estimular o interesse pela nossa história e cultura e também movimentar este bairro que é um cartão postal da cidade”, pontuou o prefeito.

“É preciso que todos possam ter acesso a essa bela e rica história, conhecer nossos poetas, nossas músicas, resgatar a cultura local. É o que estamos proporcionando com este projeto, que agora será permanente. Movimenta o bairro histórico atraindo as pessoas e mostrando, por meio da encenação e da música, toda a nossa riqueza”, enfatiza a secretária municipal de Turismo (Setur), Socorro Araújo.

O público acompanhou os atores, vestidos a caráter, promovendo por meio do Sarau Histórico o resgate do cenário da cidade no século XIX. Foram revividos personagens que entraram pra história de São Luís, como Daniel de La Touche, o fundador da cidade; a dona de escravos Ana Jansen; o poeta Gonçalves Dias, que imortalizou a cidade em seus versos; Barão e Baronesa de Grajaú, Baronesa de Anajatuba, Catarina Mina e outros nomes que durante o sarau contaram a Cidade dos Azulejos ao público.

“Achei muito interessante o projeto e estou gostando de poder conhecer a cidade dessa forma. Tudo muito bonito e interessante. Quero estar em outras edições. Gostei bastante”, avaliou a tutora Nádia Cardoso Cunha, 33 anos. Ela aproveitou o evento acompanhada do pai, George Cunha, 60 anos, e dos filhos Rafiza, 5 anos, e Isaac, 8. O almoxarife Antônio Lacerda Pinho, 28 anos, parabenizou a iniciativa. “As músicas trazem lembranças de um passado importante para o crescimento da cidade. A participação das personagens é uma das melhores partes, porque a gente aprende e se diverte”.

MÚSICAS

Além das encenações, a noite também foi embalada por canções clássicas da música popular brasileira no estilo chorinho, bolero e samba interpretadas pela banda Serenata e que encantaram o público. O servidor público, Elton Martins, 34 anos, estava pela primeira vez no sarau. Para ele, momento especial por estar com a esposa, Adriana Moraes, 30, grávida de sete meses. “Viemos para conhecer e gostamos muito da programação, das opções, da organização. Tudo muito seguro e tranquilo. Boa iniciativa para o início do fim de semana”, pontuou Elton Martins.

O público também tem seu momento de participação. O evento deixa espaço aberto a quem quiser manifestar seu amor e seu conhecimento pela cultura e história de São Luís. Em certo momento do sarau, o palco passa a ser da plateia, que pode por toda sua criatividade à mostra.

PARA REGISTRAR

Quem acompanhou a programação teve a oportunidade de guardar um pouco da história de São Luís em foto. Montada na Praça Benedito Leite uma carruagem onde os personagens de Ana Jansen e este que nomeia a praça estavam à espera do público. No coreto, a figura de Ana Jansen e barões do período do Império. Daniel de La Touche, fundador da capital, também contou sua participação na história e posou para o público, que acompanhava tudo atentamente.

A técnica em recursos humanos Maria Luísa dos Santos, 35 anos, que mora no Renascença, disse ter ficado encantada com o que aprendeu sobre a São Luís antiga. “É uma história muito bonita, interessante, que eu não conhecia. É bom estar na Praça Benedito Leite de uma outra época. Parabéns pela programação que é muito boa”, enfatizou.

Nomes da literatura, da política e da cultura ludovicense foram relembrados nos relatos dos atores. Entre uma apresentação e outra da banda Serenata, recortes do que era a São Luís do século XIX foram contados em verso, prosa e atos que prenderam a atenção da plateia. “Com este projeto, crianças e adolescentes vão poder compreender melhor a própria identidade e, a partir daí, serão estimuladas a preservar as tradições e a dar mais valor ao que é nosso”, pontuou a secretária de Turismo.

PROPOSTA

A proposta do Sarau Histórico é trazer de volta a São Luís antiga, unindo história, música, poesia, dança e teatro em um ambiente inspirador. O público assiste apresentações de personalidades da história do estado, encenados por atores da Tramando Teatro e por alunos do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA) – Centro Histórico. Somado a estes, espaços de vendas de comidas típicas e outros pratos doces e salgados e a bela atmosfera da Praia Grande.

A realização do Sarau Histórico integra o projeto “Reviva”, da Setur que agora reúne eventos que foram pensado como opção de lazer e cultura para as férias mas que devivdo ao sucesso, se estendem com programação mensal. “Nossa intenção é sempre promover eventos deste porte para reviver a nossa história e mostra às pessoas que São Luís tem muito a oferecer”, enfatiza a secretaria da Setur, Socorro Araújo.

O “Reviva” conta ainda com o Roteiro Reggae, onde grupo formado por DJs, dançarinos e admiradores deste estilo musical vai percorrer algumas ruas do Centro Histórico ao som do ritmo jamaicano e contando a origem do movimento regueiro. Outro projeto que retorna ao cronograma é o Passeio Serenata, no qual o público conhece os prédios seculares da Praia Grande e as histórias passadas com apoio de guia turística e em caminhada pela história. As atrações serão permanentes.

MOSTRAR MAIS