SEMINÁRIO

Governo e Ufma apresentam resultados do Pacto Nacional pelo Ensino Médio

Como parte da Formação Continuada no âmbito do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio (PNEM), acontece, no auditório do Centro Pedagógico Paulo Freire (Campus do Bacanga da Ufma), nesta terça-feira (30), e se estende até quinta-feira (2), das 8h às 19h, o III Seminário Estadual: Os sujeitos do Ensino Médio e a formação Humana […]

Como parte da Formação Continuada no âmbito do Pacto Nacional pelo Fortalecimento do Ensino Médio (PNEM), acontece, no auditório do Centro Pedagógico Paulo Freire (Campus do Bacanga da Ufma), nesta terça-feira (30), e se estende até quinta-feira (2), das 8h às 19h, o III Seminário Estadual: Os sujeitos do Ensino Médio e a formação Humana Integral.
O evento é a segunda etapa do pacto, com foco nos professores e estudantes. Eles apresentarão os benefícios da formação para o estudante. Durante o seminário haverá programações culturais com a parceria da Secretaria de Estado da Cultura (Secma).
O PNEM é um programa do Governo Federal, implementado pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), em parceria com Universidade Federal do Maranhão (Ufma). Promove a formação continuada de professores e coordenadores visando melhorar a qualidade da educação do Maranhão, um dos eixos estruturantes da macropolítica educacional Escola Digna, definida pelo governador Flávio Dino.
No Maranhão, o pacto foi organizado com 27 formadores regionais. Eles promovem a formação de 746 orientadores de estudo, estes, por sua vez, fazem a formação continuada de mais de 14 mil professores do sistema estadual de ensino, alcançando mais de 700 escolas públicas estaduais nos 217 municípios. 
O Ministério da Educação (MEC/FNDE) paga o bolsa-auxílio aos professores, que equivale a R$ 200,00 mensais; a Ufma paga as diárias dos 27 formadores regionais e a Seduc se responsabiliza pelas diárias, alimentação e logística dos professores.
Para garantir a participação das 19 Unidades Regionais de Ensino (UREs) no evento, o Governo do Estado, por intermédio da Seduc, investiu R$ 409.650,00. De acordo com a professora da URE de Balsas, Ferdiana Brandão, “esta é a primeira formação em 18 anos que estou participando e vale muito a pena”, frisou.
Para a professora da URE de São Luís, Keila Lima, “de posse dessa bagagem teórica, repensaremos o planejamento didático com foco na formação integral do aluno”.
O Pacto
Por meio do Pacto pelo Fortalecimento do Ensino Médio o Ministério da Educação e as secretarias estaduais assumem o compromisso pela valorização da formação continuada dos professores e coordenadores pedagógicos que atuam no ensino médio público.
“O pacto traz uma contribuição importante para o ensino médio integrado em tempo integral e formação continuada, da macro política ‘Escola Digna’, por conceber a escola como espaço para o desenvolvimento da formação continuada”, destacou Marileide Costa, supervisora da Seduc.
VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias