AVALIAÇÃO

Sorteio de jurados do Carnaval 2019

Os 46 jurados habilitados vão avaliar as escolas de samba, os blocos tradicionais e os organizados no desfile realizado na Passarela do Samba

Reprodução

Fantasia, samba-enredo, evolução. Essas são algumas das categorias que serão avaliadas pelos 46 jurados do Carnaval 2019 para o Concurso da Passarela do Samba, sorteados na segunda-feira (25), na sede da Secretaria Municipal de Cultura (Secult). Foram habilitados também 14 suplentes. A primeira etapa do sorteio aconteceu no sábado (23), na Sala de Multimídia do Centro de Criatividade Odylo Costa, filho, na Praia Grande. O Carnaval de Passarela é realizado pela Prefeitura de São Luís com o apoio do Governo do Estado.

O sorteio foi realizado de acordo com procedimentos recomendados pelo Ministério Público, que inclui sorteio dos jurados por categoria e, logo após, a análise dos currículos para atestar aptidão ou inaptidão de acordo com os critérios e impedimentos das categorias.

Os habilitados têm até quinta-feira (28), das 9h às 12h e das 14h às 18h para comparecer à sede da Secult para a assinatura do termo de compromisso. Os suplentes só serão convocados na desistência dos habilitados. “A escolha dos jurados teve a participação de representantes das escolas de samba, blocos tradicionais e blocos organizados exatamente para dar a devida transparência ao processo e manter a idoneidade de tudo relacionado ao Carnaval. Cabe ressaltar que também tivemos a presença de representantes do Conselho Municipal de Cultura, assegurando ainda mais a imparcialidade do resultado”, declara o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão.

A Chamada Pública Nº 01/2019 SECULT/PMSL que trata do concurso dos jurados recebeu 100 inscrições. Os 46 jurados habilitados vão avaliar o desfile das escolas de samba, blocos tradicionais e blocos organizados. Na categoria música/texto foram classificados 27 e na categoria evolução/dança foram 10 selecionados. Já nove jurados vão avaliar a categoria visual. Entre os 14 suplentes, são oito para música/texto, quatro para evolução/dança e duas para visual.

Esteva presente nos dois dias de sorteio a Comissão de Carnaval, formada por representantes da Secult, Conselho Municipal de Cultura (Comcult), Liga das Escolas de Samba e demais Agremiações Artísticas, Folclóricas e Culturais do Estado do Maranhão (Liesma), Associação Maranhense de Blocos Carnavalescos (AMBC) e da Academia dos Blocos Tradicionais do Estado do Maranhão (Abtema).

Para o presidente do Conselho Municipal de Cultura (Comcult), Wanderson Silva, a presença de representantes dos grupos participantes do Carnaval é democratizar e tornar todo o processo mais transparente, para que dessa forma a sociedade civil e os grupos estejam cientes de todas as etapas. “Assim, contribuímos para o desenvolvimento e crescimento do Carnaval de São Luís. Visamos, com isso, melhorar e amadurecer cada vez mais os processos de organização de um evento dessa magnitude”, explica.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS