JOVENS

Como identificar que seu filho sofre bullying na escola

Os casos de bullying no ambiente escolar têm crescido e são importantes para a consolidação do caráter do jovens; é importante saber quando isso está ocorrendo

Reprodução

Uma pesquisa realizada com mais de 100 mil alunos da rede pública mostrou que um em cada cinco estudantes disse já ter praticado bullying na escola, pelo menos uma vez. Essa prática, que consiste em uma perseguição com agressões verbais e/ou físicas de maneira contínua, afeta milhões de estudantes em todo o país. Além disso, pode causar danos e traumas irreparáveis.

O medo e a vergonha, entretanto, muitas vezes fazem com que crianças e adolescentes não revelem que são vítimas dos ataques. Por isso, é fundamental reconhecer os sinais para agir o quanto antes. Assim, veja a seguir como identificá-los.

Medo ou desinteresse de ir à escola é sinal comum

Quando a criança sofre bullying na escola, ela se encontra em uma condição de ameaça e em que se sente – e fica – acuada. Com isso, uma das reações naturais é o medo ou a falta de vontade de ir à escola.

Repare se o seu filho começa a ficar agitado perto da hora de ir para a escola ou se tem aparecido mais vezes doente na hora de ir estudar. Tudo isso pode ser uma espécie de pedido de ajuda para que ele não tenha que ir a um lugar onde se sente ameaçado.

Mudança abrupta de comportamento pode ser sinal de bullying na escola

Isso, inclusive, leva diretamente a um ponto importante: a mudança abrupta de comportamento. Muitas vezes, essa mudança está nos pequenos detalhes, especialmente no começo de todo o problema com o bullying.

Se a criança voltava da escola todos os dias sorridente e falante e, de repente, começou a se mostrar apática e triste, isso pode ser sinal de bullying.

Da mesma forma, se a criança começou a ter ataques de raiva ou irritação sem que nada tenha mudado dentro de casa, o problema pode ser na escola.

Baixo rendimento escolar deve ligar o sinal de alerta

O bullying na escola tem um impacto muito negativo na motivação e frequentemente faz com que o aluno perca o interesse em estudar, fazer suas lições e cumprir com suas responsabilidades em geral.

Dependendo do grau de agressão, prestar atenção na aula pode simplesmente não ser possível. Em geral, isso se reflete diretamente nas notas e de maneira sistemática.

Se em vez de ir mal em uma ou duas provas, seu filho estiver com rendimento muito abaixo da média em todas as matérias, pode se tratar de um indício de bullying.

Hematomas e materiais estragados indicam gravidade da situação

Conforme essa situação de agressão e desrespeito progride, é possível que ela vá se tornando cada vez mais física, o que é perigoso para a saúde e integridade da vítima. Assim, se seu filho tem aparecido com hematomas, com o uniforme sujo ou rasgado e com o material escolar danificado ou desaparecido, ele pode ser o alvo de atitudes violentas.

Geralmente, esses indícios mostram que a situação está muito avançada e em níveis mais graves, exigindo atenção e atuação imediatas.

O bullying na escola pode ser reconhecido por meio de sinais que vão desde a mudança no comportamento e desempenho nas provas até marcas, machucados e estragos no material escolar. Fique de olho nesses pontos porque quanto mais cedo você agir, melhor para o estudante.

VER COMENTÁRIOS
COLUNAS E OPINIÃO
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias