CINEMA

Confira os vencedores do Festival Maranhão na Tela

A cerimônia de encerramento do festival aconteceu no último domingo (25). Cineastas locais foram premiados

O domingo (25) marcou o último dia da 11ª edição do festival de cinema Maranhão na Tela, que vinha acontecendo desde o dia 15 de novembro. A cerimônia de encerramento aconteceu no Fanzine, onde a idealizadora do evento Mavi Simão anunciou os vencedores das mostras competitivas do festival.

As mostras competitivas estavam divididas em categorias: Longa-Metragem, Curta-Metragem, Videoclipe e Mostra Maranhão de Cinema. Os júris para longa-metragem foram Patrícia Niedermeir e Christian Caselli; para videoclipe, Lírio Ferreira e Luciana Adão; e curta-metragem, Breno Lira e Carlos Henrique Santos.

Confira os vencedores do Festival de Cinema Maranhão na Tela:

Longa-metragem

Melhor atriz: Keila Gentil, Para ter onde ir

Melhor ator: Aldo Leite (homenagem póstuma), No palco com Aldo Leite

Melhor atriz coadjuvante: Joelma Maestrini, Aurora – O encontro dos pólos

Melhor direção de fotografia: Beto Martins, Para ter aonde ir

Melhor ator coadjuvante: Fabio Lima, Aurora – O encontro dos pólos

Melhor som: João Simas, A tribo do reggae

Melhor roteiro: Rose Panet, Manuel Bernardino: o Lénin da Matta

Melhor direção de arte: Dida Maranhão e Geovane Camargo, Aurora – O encontro dos pólos

Melhor montagem: André Garros, Manuel Bernardino: o Lénin da Matta

Melhor filme: Para ter onde ir

Melhor direção: Jorane Castro, Para ter onde ir

Curta-metragem

Melhor direção: Al Danúzio e Thiago Kistenmacker, Aquarela

Melhor filme: Foi-se

Melhor roteiro: Adriano Pinheiro, Foi-se

Melhor som: Foi-se

Melhor direção de fotografia: Roman Lechapelier, Farol

Melhor direção de arte: Jeff Cecim, Raimundo Quintenela – O caçador de vira porco

Melhor montagem: Arturo Saboia, Farol

Melhor ator: Diego Bauer, Obeso mórbido

Melhor atriz: Luna Gandra, Aquarela

Melhor ator coadjuvante: Francisco Gaspar, Raimundo Quintenela – O caçador de vira porco

Melhor atriz coadjuvante: Rosa Ewerton Jara, Aquarela

Videoclipe

Melhor videoclipe: Cabelo, Liége

Melhor direção: Arthur Rosa França, A menina do salão, do Criolina

Melhor direção de fotografia: Thiago Pelas, Deusa da lua perigosa, de Sammliz e Dona Onete

Melhor montagem: Lucas Domires e Alexandre Nogueira, por Lança (Até morrer), de Juliana Sinimbú

Melhor direção de arte: Neile Albertina, Frimes – Fadinha

Melhor performance: Pratagy, Búfalo

Premio especial do júri: Lucas Sá, Boy, de Butantan e Only Fuego

Mostra Maranhão de Cinema

Melhor filme: 3x melhor

Prêmio especial do júri: Alberto Greciano, Divino Pato

Menção honrosa: Roberto Augusto, Cantiliana e os herdeiros do mal de Lázaro

11º Maranhão na Tela

Trazendo amostras gratuitas e competitivas de produções audiovisuais, o festival é gratuito e acontece todos os anos em São Luís. 2018 marca sua 11ª edição, onde foram homenageados o ator global e diretor Murilo Benício e o cineasta local Frederico Machado.

Nesta edição, pela primeira vez, as exibições dos filmes e atividades do festival foram divididos entre as salas de cinema do Kinoplex Golden, no Calhau, e o Centro Cultural da Vale, no Centro. Na sua cerimônia de abertura, foi exibido o primeiro longa-metragem dirigido por Murilo Benício, com direito à presença do ator.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS