CULTURA

Edivaldo lança 12ª edição da Feira do Livro de São Luís

Evento literário promovido pela Prefeitura de São Luís ocorrerá de 16 a 25 de novembro no Multicenter Sebrae, com programação que contempla mais de 500 atividades

Prefeito Edivaldo lança 12ª edição da Feira do Livro de São Luís (Foto: Agência São Luís)

“A Brasilidade na Cultura Contemporânea” é o tema da 12ª edição da Feira do Livro de São Luís (FeliS), que será promovida pela Prefeitura de São Luís de 16 a 25 de novembro, no Multicenter Sebrae. Nesta quarta-feira (31), o prefeito Edivaldo Holanda Júnior lançou oficialmente o evento, que este ano tem como patrono o escritor maranhense Graça Aranha, um dos articuladores da Semana de Arte Moderna, movimento artístico de grande importância para história e a cultura brasileira. A FeliS é coordenada pela Secretaria Municipal de Cultura (Secult), com apoio da Secretaria Municipal de Educação (Semed) e tem como correalizadores o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e o Serviço Social do Comércio (Sesc).

“É com muita felicidade que estamos preparando essa grande festa da nossa literatura. Será uma semana repleta de atividades para enaltecermos nossas letras, nossas artes, valorizar nossos escritores e a cultura ludovicense de modo geral. A Feira do Livro de São Luís já é um patrimônio da nossa cidade e se transformou no maior espaço de estímulo à leitura e fomento à literatura do Maranhão. Realizaremos centenas de atividades para todas as idades e convidamos toda a população para participar desse grande momento literário”, disse o prefeito Edivaldo que estava acompanhado do vice-prefeito, Julio Pinheiro e dos secretários Marlon Botão (Cultura) e Moacir Feitosa (Educação).

No lançamento, realizado no auditório Fernando Falcão, o prefeito e o secretário municipal de Cultura, Marlon Botão, apresentaram a programação da 12ª FeliS à imprensa, parceiros, escritores e convidados. A programação completa do evento já está disponível no site http://www.feiradolivrodesaoluis.com.br/programacao. Participaram do ato de lançamento da 12ª Felis o superintendente do Sebrae-MA, João Batista Martins; a diretora regional em exercício do Sesc-MA, Rutineia Amaral; a gerente de Relações Institucionais da Vale, Gisele Pinto; e o diretor da Companhia Maranhense de Gás (Gasmar) José Artur Cabral.

A FeliS tem ainda como apoiadores do evento o Governo do Maranhão, a Vale, a Companhia Maranhense de Gás (Gasmar), a Universidade Federal do Maranhão (UFMA), a Universidade Estadual do Maranhão (Uema), Associação dos Livreios do Maranhão e a Potiguar.

CONHECIMENTO

O superintendente do Sebrae-MA, João Batista Martins, disse que a instituição sente-se honrada de participar como coorrealizadora da Felis, por trazer em sua essência a democratização do conhecimento, um dos bens mais precisos que se pode oferecer às pessoas. “Enxergamos a FeliS como um espaço propício à disseminação do conhecimento. Além disso, esta iniciativa vai ao encontro de uma de nossas maiores missões, que é levar o saber e o estímulo às potencialidades das pessoas, principalmente na área do empreendedorismo. Por isso vamos levar à Feira uma programação de ações do nosso projeto de economia criativa e do programa nacional de educação empreendedora”, disse.

Representando o Sesc-MA, outra instituição correalizadora do evento, a diretora regional em exercício da instituição, Rutineia Amaral, também enfatizou o caráter educativo e cultural da FeliS. “O Sesc por ser uma instituição de promoção de ações socioeducativas e culturais tem a felicidade de participar desse evento tão importante para a cultura local. A instituição é parceira dessa iniciativa realizada pela Prefeitura de São Luís porque acreditamos na educação e na cultura como ações transformadoras da sociedade. E a Feira é a forma mais democrática de acesso à literatura e à cultura, além de promover a inclusão, pois muitas vezes o espaço é a única oportunidade que muitas pessoas têm de ter acesso aos livros, às vivências literárias e a outras experiências na área”, disse Rutineia Amaral.

Também participaram do evento o presidente da Academia Ludovicense de Letras, Antônio Noberto; o presidente da Sociedade de Cultura Latina Americana no Brasil, Dilercy Adler; a presidente da Federação das Academias de Letras do Maranhão, Jucey Santana; a presidente da Associação dos Livreios do Maranhão, Marisete de Jesus Castro; o pró-reitor de Assistência Estudantil da Universidade Federal do Maranhão, Manuel de Jesus Barros; o presidente do Instituto Histórico e Geográfico do Maranhão, José Augusto Silva; e Ana Rosa Silva, coordenadora da 1ª edição da Feira SLZ Preta, que acontecerá dentro da FeliS.

FOMENTO À LITERATURA

A expectativa é que cerca de 200 mil pessoas visitem a Feira nos 10 dias de realização do evento, que também homenageará os maranhenses Joaquim Gomes de Sousa e João Antônio Coqueiro, ambos matemáticos de destaque nacional. Segundo o secretário Marlon Botão, a FeliS, que estará aberta à visitação das 10h às 22h, terá como principal conceito decorativo os mirantes de São Luís e realizará mais de 500 atividades nos 10 dias de programação, entre estas mais de 50 lançamentos de livros, exposições, palestras, conferências, oficinas, espetáculos teatrais, minicursos, rodas de conversa, apresentações culturais, performances poéticas, pockets shows, contações de histórias, entre outras atividades.

O maior evento literário do Maranhão chega a 12ª edição com o objetivo de fomentar á tradição literária e cultural, propiciar o maior acesso ao livro, estimular a formação de novos leitores e incentivar as cadeias produtivas e criativas do livro e da leitura. “A FeliS é, hoje, uma ação de governo, faz parte da vida da cidade e ganha a cada ano proporção nacional, pois nossa vasta programação nesta edição traz 15 escritores nacionais e livrarias de todo o Brasil”, destacou o secretário Marlon Botão.

A FeliS é uma das poucas Feiras do Brasil com acesso totalmente gratuito, garantido oportunidade para que a população participe maciçamente das atividades. “Por isso, este ano teremos atividades que contarão com uma maior participação da população, principalmente de estudantes, com o envolvimento de mais de 10 mil alunos da rede pública municipal e estadual, além da participação espontânea de caravanas de estudantes de 14 municípios maranhenses”, afirmou Marlon Botão.

O evento, realizado gratuitamente, contará com a participação de nomes importantes do atual cenário literário local e nacional, como André Neves, Fabrício Carpinejar, Elza Diniz, Gaspar Záfrica, Fernando Granato, entre outros. As atividades serão distribuídas em dezenas de espaços e palcos espalhados pelas instalações do Multicenter Sebrae. Entre eles estão o Palco FeliS, Casa do Escritor, Café Literário, Planetário, Cine FeliS, Espaço Mulher, Espaço Criança Sesc, Espaço da Juventude, Espaço Criança Semed, Carro Biblioteca, Auditório Punga dos Saberes, Auditório Graça Aranha, Auditório Casa do Professor , entre outros. O evento contará ainda com o apoio de monitores das áreas de letras, biblioteconomia, pedagogia, comunicação e arte.

SAIBA MAIS

Feira do Livro de São Luís (FeliS), foi criada pela Lei Municipal nº 4.449, em 2005, com o objetivo de fomentar a tradição literária e cultural da capital maranhense, propiciar o maior acesso ao livro, estimular a formação de novos leitores e incentivar as cadeias produtivas e criativas em torno do livro e da mediação da leitura.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS