CULTURA

Dad Squarisi participa do Festival de Literatura em São José de Ribamar

Com uma programação diversificada, começa hoje o Festival de Literatura de São José de Ribamar com a presença da jornalista do Correio Braziliense e escritores do estado

Reprodução

A jornalista e escritora Dad Squarisi será a grande homenageada do Festival de Literatura de São José de Ribamar, que acontece hoje e amanhã, em vários pontos da cidade balneária, distante 30 Km de São Luís.

Dad Squarisi, que transita com desenvoltura pelo universo da língua portuguesa, fará a palestra da abertura do evento hoje, às 9h, no Salão de Turismo, localizado no Centro da cidade. A programação conta ainda com o momento de autógrafo com a escritora Alessandra Machado, com o livro Rio das Balsas e das Paixões, com a participação de Maria Clara Arreguy. Além da presença dos imortais da Academia Maranhense de Letras: Sebastião Moreira Duarte, Benedito Buzar, Joaquim Haikel, Laura Amélia Damous, Luís Phelipe Andrès, Eliezer Moreira, Ceres Costa Fernandes, Lourival Serejo e Sônia Almeida.

Também hoje Dad Squarisi realiza, das 13h às 17h, uma oficina de português no cursinho pré-vestibular de São José de Ribamar para estudantes da rede pública do ensino médio e, das 18 às 22h, uma outra com os estudantes do cursinho. Já amanhã, o encontro com a escritora acontece das 9h às 12h, no cursinho pré-vestibular, e, das 13h às 17h, Dad Squarisi realiza uma nova oficina.

A libanesa, que mora em Brasília desde 1968, tem como característica relevante o tom de humor na análise da língua portuguesa. Dad Squarisi é editora de Opinião do Correio Braziliense, comentarista da TV Brasília, blogueira, articulista e escritora. Assina as colunas Dicas de Português e Diquinhas de Português, publicadas por jornais de norte a sul do país; Com Todas as Letras, na revista Agitação, e Língua Afiada, na Revista do Ministério Público de Pernambuco.

A experiência como professora do Instituto Rio Branco, consultora legislativa do Senado Federal e jornalista do Correio Braziliense iluminou o caminho dos livros. Ela é autora de Dicas da Dad – Português com humor, Mais dicas da Dad – Português com humor, A arte de escrever bem (com Arlete Salvador), Escrever melhor (com Arlete Salvador), Redação para concursos e vestibulares (com Célia Curto), Como escrever na internet, 1001 dicas de português – manual descomplicado e Sete Pecados da Língua e coautora de Cultura e Elegância, todos publicados pela Contexto, entre outros livros.

“Conhecer de antemão o gênero que se vai produzir é meio caminho para escrever bem. Funciona como forma de bolo, onde as informações assam e crescem. Pode parecer cruel para os corações dos que sonham com a independência da escrita, mas é real no mundo das redações. Os veículos impõem limitações. Nem sempre são restrições de mérito. Mas são sempre físicas – de tamanho e gênero”, diz a escritora no livro A Arte de Escrever Bem.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS