Crianças em comunidade quilombola. (Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) realiza no Maranhão desde o dia 20 de agosto a primeira prova piloto do questionário temático do Censo 2020, com perguntas específicas para indígenas, quilombolas e outros povos e comunidades tradicionais. Ele será aplicado até o dia 6 de setembro.

“Esse bloco de perguntas é espacialmente controlado, e sua aplicação é restrita às áreas indígenas e quilombolas”, esclarece o órgão através de nota. O teste vai contar com orientação do Grupo de Trabalho de Povos e Comunidades Tradicionais, integrado por servidores do próprio IBGE lotados no Maranhão, além de Rio de Janeiro e Roraima.

O questionário também está sendo aplicado em outros 11 estados: Acre, Amapá, Rondônia, Ceará, Sergipe, Bahia, Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Paraná e Santa Catarina.

Durante o teste, também serão observados aspectos do entorno dos agrupamentos indígenas e as características geográficas das áreas visitadas. Essas informações serão consolidadas na base territorial do Censo 2020, que serve de orientação aos recenseadores.

Além do refinamento da identificação de povos indígenas, o Censo 2020 pretende incluir as comunidades quilombolas, através de uma questão de pertencimento específica, que será testada nesta prova piloto.

Ainda segundo nota divulgada pelo instituto, a iniciativa dá prosseguimento ao compromisso de fornecer informações cada vez melhores sobre povos e comunidades tradicionais, em conformidade um decreto de 2016, que instituiu o Conselho Nacional dos Povos e Comunidades Tradicionais.