CINEMA MARANHENSE

Bullying – aconteceu Comigo faz sua pré-estreia na Ilha hoje

Filme que faz um alerta sobre bullying no ambiente escolar, que contou com elenco totalmente maranhense, faz sua pré-estreia hoje, no Cine Praia Grande, no Centro Histórico de São Luís

Reprodução

onsiderado um problema mundial, o bullying pode ocorrer em praticamente qualquer contexto no qual as pessoas interajam, tais como escola, faculdade/universidade, família, mas pode ocorrer também no local de trabalho e entre vizinhos. E é inspirado em histórias reais que o filme Bullying – aconteceu comigo trabalha a temática que vem assombrando o mundo. Sua pré-estreia ocorre hoje, no Cine Praia Grande, em duas sessões, às 18h30 e 20h00. Já o público poderá assistir ao filme a partir do próximo dia 6 de agosto, sempre às 19h.

Segundo Carlão Limeira, que assina a direção geral do filme, a história acontece no ambiente escolar, onde alunos vivem de forma silenciosa, na maior parte das vezes, as atrocidades que um grupo de meninas comete contra uma garota ingênua e que se acha inferior a todos. O núcleo principal é comandado por Milana Marques, chamada por todos de a “estranha”, por ser uma menina fora dos padrões de beleza que os alunos dessa escola impõem. Andy Garcia é uma menina forte e gótica que, ao lado do seu grupo gótico, tenta proteger Milana das maldades de Gilda, que é a mentora do bullying mais forte que acontecerá dentro dessa escola. Serão muitos casos de crueldades em diferentes faixas etárias, sempre levando o espectador à reflexão dos males que essas ações trazem a essas crianças e adolescentes. “O filme tem carácter educativo e informativo de como deve-se combater ações de bullying dentro e fora da escola. Será um instrumento importante usado como forma de conhecimento agregado ao ensino tradicional”, explicou Carlão Limeira.

Em entrevista a O Imparcial, Carlão Limeira diz que fazer uma produção sobre bullying é de grande importância ainda mais em tempos de intolerância e preconceito que o mundo está vivendo. O cineasta explicou que o filme aborda uma temática que acontece há muito tempo e que só agora, com o advento das tecnologias e a força das redes sociais, está sendo muito mais discutido tanto em ambiente familiar quanto no escolar. “Nós estamos muito felizes em abordas uma temática que faz parte do cotidiano de muitas família. Está sendo muito legal retratar esse tipo de coi­sa. Eu acredito que não vai cons­cientizar ninguém, mas vejo como uma oportunidade de se mostrar o mal que o bullying faz para o desenvolvimento de uma crian­ça ou de um adolescente”, disse Carlão Limeira.

O roteiro da produção, que foi toda filmada em São Luís com elenco local, leva a assinatura do jornalista maranhense Marco Aurélio D’Eça. De acordo com o diretor artístico Jorge Silpem, o filme aborda a problemática do bullying em diversas situações como o preconceito com a altura, ainda com a pessoa que está acima do peso, com o modo de se vestir ou por ter um poder aquisitivo menor do que o outro.

Digital Influencer participa da produção

O filme conta com a participação da atriz e digital influencer mirim Crystal Freire (foto), a minidiva de 5 anos que interpreta a personagem Andy na infância. A atriz revelou que está com muita expectativa para ver na telona como foi a sua participação no filme. “Estou bastante ansiosa para ver como o filme ficou. Estou muito feliz em ter participado deste trabalho”, disse Crystal Freire. Quem também está ansiosa para ver o resultado final de como ficou a produção é a atriz Ana Clara D’Eça, que interpreta a protagonista Andy na fase adolescente. Ela lembra que muitas pessoas já passaram por situações de bullying e que o filme será uma forma de alertar as pessoas para esta situação que pode ser comum a todos. “Espero que o filme seja uma forma de alerta às pessoas sobre o bullying. O assunto é sério e deve ser tratado de forma séria. Estou muito feliz em ter participado de um filme que trata de um assunto como este. O filme também serve como um alerta para os pais ficarem mais atentos ao que acontece com seus filhos em ambiente escolar”, disse a atriz.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS