Três concursos oferecem mais de 1.200 oportunidades de emprego na carreira militar. Aeronáutica e Marinha estão com seleções abertas, e salários que chegam a R$ 8 mil.

1.000 vagas para Aprendiz da Marinha 2018

As oportunidades são destinadas a candidatos do sexo masculino com idade entre 18 e 21 anos (em 1º de janeiro de 2019), ensino médio completo e altura mínima de 1,54m e máxima de 2,00m. Além disso, os concorrentes devem ser solteiros ou não possuir união estável.

Com duração de 48 semanas, o Curso de Formação de Marinheiros para a Ativa (C-FMN) é realizado sob regime de internato nas Escolas de Aprendizes-Marinheiros (EAM) em Fortaleza/CE, Recife/PE, Vitória/ES e Florianópolis/SC. As unidades de ensino têm como objetivo formar marinheiros para o Corpo de Praças da Marinha.

Durante o período de formação, são ministradas aulas sobre ensino básico e ensino militar-naval. Os estudantes também poderão escolher entre três áreas para a especialização técnica: eletroeletrônica, apoio ou mecânica (a ordem de preferência deverá ser indicada durante a inscrição).

Nas EAMs, os aprovados no concurso da Marinha 2018 terão direito a uniforme, alimentação e assistências médico-odontológica, psicológica, social e religiosa, além de auxílio financeiro mensal de R$ 981.

Como se inscrever no concurso de aprendiz da Marinha 2018

As inscrições serão recebidas até 2 de março, com taxa de R$ 40. Os interessados podem se candidatar pelos sites www.ensino.mar.mil.br ou www.ingressonamarinha.mar.mil.br.

Há, também, a opção presencial, em postos de atendimento no Rio de Janeiro/RJ, São Pedro da Aldeia/RJ, Angra dos Reis/RJ, Nova Friburgo/RJ, Vila Velha/ES, Salvador/BA, Natal/RN, Olinda/PE, Fortaleza/CE, Belém/PA, São Luís/MA, Rio Grande/RS, Porto Alegre/RS, Florianópolis/SC, Ladário/MS, Brasília/DF, São Paulo/SP, Manaus/AM, Santos/SP, Amapá/AP, Parnaíba/PI e Santarém/PA.

Sobre as provas do concurso da Marinha 2018

A seleção dos concorrentes a uma das 1.000 vagas de aprendiz-marinheiro no concurso da Marinha compreenderá prova objetiva com 50 questões sobre matemática, português, física, química e inglês, em data a ser definida. Haverá, ainda, inspeção de saúde, teste de aptidão física (natação e corrida), avaliação psicológica, verificação de dados biográficos e de documentos. O curso está previsto para começar em 21 de janeiro de 2019. Conforme prevê o edital, todas fases do processo seletivo serão realizadas nos municípios citados anteriormente, nos quais há bases das Organizações Militares da Marinha. Ao longo do curso de formação, os alunos passam por duas etapas: a primeira, na condição de aprendiz, é dedicada à instrução militar-naval, enquanto na segunda, já como grumete, ocorre a especialização profissional escolhida durante a inscrição para o concurso da Marinha (eletroeletrônica, apoio ou mecânica). Os estudantes que completarem o treinamento com aproveitamento assumirão compromisso de tempo de serviço por um período de dois anos. Na sequência, serão promovidos a marinheiro, com remuneração inicial de aproximadamente R$ 1.800, podendo servir em navios ou organizações militares da Marinha. De acordo com o edital, a graduação máxima que poderá ser alcançada é a de suboficial, que atualmente conta com vencimentos de R$ 5.751.

Concurso

Concurso: Marinha
Nº de vagas: 1000
Cargo: Aprendiz
Escolaridade: Médio
Estados com vagas: AC AL AP AM BA CE DF ES GO MA MT MS MG PA PB PR PE PI RJ RN RS RO RR SC SP SE TO
Área de Atuação: Forças Armadas
Faixa de salário: de R$ 1.800 até R$ 5.751
Taxa de inscrição: R$ 40
Organizadora: O próprio órgão

227 vagas na Aeronáutica

A Aeronáutica está com inscrições para concurso público para ingresso no curso de formação de sargentos, a ser realizado na escola de especialistas, em Guaratinguetá/SP, no primeiro semestre de 2019. A seleção oferece 227 vagas de ambos os sexos, para atuação em todo o território nacional. Do total de ofertas, 93 são destinadas apenas ao sexo masculino, sendo distribuídas entre as especialidades de aeronavegantes – mecânica de aeronaves (50), aeronavegantes – material bélico (13), e não aeronavegantes – guarda e segurança (30).

As outras 134 vagas são atribuídas a ambos os sexos e estão divididas entre as funções de não-aeronavegantes – equipamento de vôo (6) e controle de tráfego aéreo (128).

Interessados em concorrer a uma das vagas devem ter concluído, com aproveitamento, o ensino médio e não ter menos de 17 anos e nem completar 25 anos até dezembro de 2019. O salário inicial do terceiro-sargento é de R$ 3.584.

Como participar do concurso da Aeronáutica 2018

As inscrições serão recebidas até às 15h de 12 de março. A ficha de cadastro estará disponível nos endereços eletrônicos do Comando da Aeronáutica (www.fab.mil.br/eear) e da Escola de Especialistas de Aeronáutica (http://ingresso.eear.aer.mil.br).

Será cobrada uma taxa de participação do concurso da Aeronáutica 2018, no valor de R$ 60, e o seu pagamento deverá ser efetuado até a data-limite de 19 de março, observado o horário de funcionamento da rede bancária.

Provas do concurso da Aeronáutica 2018

A primeira etapa a ser disputada pelos candidatos será a prova escrita. Ela será composta por questões de múltipla escolha sobre as disciplinas de língua portuguesa, língua inglesa, matemática e física.

A prova será aplicada no dia 27 de maio nas seguintes cidades: São Paulo/SP, São José dos Campos/SP, Belém/PA, Recife/PE, Fortaleza/CE, Natal/RN, Rio de Janeiro/RJ, Belo Horizonte/MG, Campo Grande/MS, Canoas/RS, Santa Maria/RS, Curitiba/PR, Brasília/DF, Manaus/AM, Porto Velho/RO e Boa Vista/RR. O concurso da Aeronáutica 2018 ainda será constituído das seguintes etapas: inspeção de saúde; exame de aptidão psicológica; teste de avaliação do condicionamento físico; e validação documental.

O curso da Aeronáutica

O curso de formação de sargentos da Aeronáutica é ministrado sob regime de internato militar na escola de especialistas, em Guaratinguetá-SP. Com duração aproximada de dois anos, ele abrangerá instruções nos campos geral, militar e técnico-especializado. De acordo com o edital, a formação nas especialidades do curso de formação de sargentos é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) como curso técnico, de nível médio, constando no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos. Durante a realização do curso, o aluno estará sujeito ao regime escolar, e fará jus à mesma remuneração que percebia por ocasião da matrícula, se militar da ativa da Aeronáutica, ou fixada em lei para aluno, além de alimentação, alojamento, fardamento, assistência médico-hospitalar e dentária. Dentre os que vierem a ser matriculados, aqueles que concluírem com êxito o referido curso, segundo o plano de avaliação, estarão em condições de compor o quadro de suboficiais e sargentos da Aeronáutica.

54 vagas na FAB

A Força Aérea Brasileira (FAB) divulgou cinco editais para exames de admissão em carreiras de nível superior. Já com inscrições abertas, o concurso da Aeronáutica oferece, ao todo, 54 vagas e salários iniciais entre R$ 7.490 e R$ 8.245.

As chances estão distribuídas entre as funções de dentista (10 postos), farmacêutico (4), engenheiro (20), oficial de apoio (16) e capelão (4).

Em 31 de dezembro de 2019 (ano da matrícula), a idade dos participantes não poderá ser superior a 35 anos para dentista, engenheiro e farmacêutico, 32 para oficiais de apoio e 40 para capelão.

Com taxa de R$ 130, as inscrições para o concurso vão até as 15h de 28 de fevereiro, por meio do site Centro de Instrução e Adaptação da Aeronáutica (http://www.fab.mil.br/ciaar).