Foto: Reprodução

Os bancários anunciaram que uma paralisação em adesão ao movimento nacional  “Dia do Basta”, ocorrerá nas agências, nesta sexta-feira, 10. O horário de funcionamento começará uma hora mais tarde.

Os profissionais reivindicam melhorias relacionadas à saúde, defesa do emprego, fim das metas, melhores condições de trabalho e manutenção do padrão de contratação.

Em  reunião realizada nesta terça, 7, na sede do Sindicato dos Bancários do Maranhão (SEEB-MA), os bancários não aceitaram o acordo proposto pela Federação Nacional dos Bancos (FENABAN), Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil.

Os bancos lucraram em 2017  quase R$ 80 bilhões, e propõem reposição da inflação para as verbas salariais da categoria (salários, vales, auxílios e PLR). De acordo com os bancários, a proposta  não assegura a manutenção de inúmeros direitos conquistados.

Caso não haja acordo com os banqueiros, além da paralisação, os bancários anunciaram que podem entrar de greve na próxima quarta-feira, 15.

“Dia do Basta” – É promovido por movimentos sindicais, e nesta sexta-feira, 10, trabalhadores realizarão paralisações, atrasos de turno e atos de protesto em várias cidades do país. A manifestação é contra o desemprego, a retirada de direitos dos trabalhadores comnquistados em décadas de mobilização.