Foto: Maurício Alexandre

Crianças de um ano a menores de cinco anos que ainda não estão protegidas contra o sarampo e a poliomielite terão até sábado (1º) para tomar as doses das vacinas. Neste dia, as Unidades Básicas de Saúde da Prefeitura de São Luís estarão abertas pela manhã, das 8h às 12h, para receber o público-alvo da campanha nacional, em mais um Dia D de Vacinação. Além disso, a população vai contar também com equipes de vacinação nos shoppings São Luís, Rio Anil e da Ilha, das 15h às 19h na sexta-feira (31) e sábado (1º), último dia da campanha.

A Campanha Nacional de Vacinação contra Pólio e Sarampo, que seria encerrada nesta sexta-feira (31), foi prorrogada por mais um dia, seguindo orientação do Ministério da Saúde. O secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, explica que é indispensável a participação da população para que a capital atinja a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde.

A poliomielite é uma doença infectocontagiosa grave, que pode causar sérias lesões que afetam o sistema nervoso, provocando paralisia irreversível, principalmente nos membros inferiores. A vacina contra a pólio é oral (gotinhas), e protege contra os três poliovírus (1, 2 e 3).

O sarampo é uma doença viral aguda grave e altamente contagiosa. Os sintomas mais comuns são febre alta, tosse, manchas avermelhadas, coriza e conjuntivite. A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, por meio de secreções expelidas pelo doente ao tossir, falar ou respirar. A única forma de prevenção é por meio da vacina.