O Maranet, serviço do Governo do Maranhão que leva Wi-Fi a pontos públicos ao redor do estado, foi ampliado esta semana nos municípios de Chapadinha, Barreirinhas e Vargem Grande. Nas últimas semanas, já foram outros sete locais atendidos com as instalações, e a previsão é que mais 61 cidades sejam contempladas na primeira etapa de expansão da rede.

Recentemente o serviço foi estabelecido em Belágua, Cachoeira Grande, Cajapió, Coroatá, Rosário, Penalva e Urbano Santos. As torres de transmissão possuem raio de alcance de 400 metros, e oferecem não apenas tecnologia, mas direitos básicos como o acesso à informação.

“Muita gente se beneficia, hoje é fundamental para estar informado. E para quem não tem esse luxo, por assim dizer, em casa, é muito bom. Para mim, que sou estudante, com certeza vou usar. Quando a lan house estiver cheia, por exemplo, dá para vir aqui e usar de graça”, disse Marcus Vinicius, estudante rosariense de 21 anos.

Maranet

Em todo o estado já existiam 14 pontos do Maranet criados desde 2015. Eles estavam em funcionamento nas cidades de Vitória do Mearim, Pinheiro, Pindaré-Mirim, Arari, Imperatriz e Coroatá. Com a expansão, atual rede terá 75 pontos de Wi-Fi grátis disponíveis em feiras livres e locais de fácil acesso. Veja os municípios que estão sendo atendidos com a ampliação:

Santa Inês, Pindaré Mirim, Vitória do Mearim, Arari, Bom Jardim, Zé Doca, Santa Luzia do Paruá, Colinas, Mirador, Jatobá, Passagem Franca, Barreirinhas, Tutóia, Paulino Neves, Água Doce do Maranhão, Araioses, Tufilândia, Alto Alegre do Pindaré, Turiaçu, Bacuri, Apicum Açu, Penalva, Nova Olinda do Maranhão, Bacabeira, Santa Rita, Rosário, Morros, Cachoeira Grande, Icatu, Presidente Juscelino, Itapecuru Mirim, Vargem Grande, Chapadinha, Urbano Santos, Belágua, São Benedito do Rio Preto, Coroatá, Pirapemas, Cantanhede, São Mateus, Alto Alegre, Peritoró, Codó, Alcântara, Bequimão, Pinheiro, Cajapió, São Vicente de Ferrer, São João Batista, Matinha, Viana, Cururupu, São José de Ribamar, Santa Helena, Turilândia, Mirinzal, Porto Rico, Guimarães, Central do Maranhão, Cedral e Serrano.

Leia também: