LINHA DE CRÉDITO

BNB anuncia R$ 100 milhões para indústria

A última edição de 2019 do Encontro com Empresários, promovido pela FIEMA, teve apoio das entidades de classe ACM-MA, CDL-São Luís, Fecomércio-MA e Sebrae-MA

Reprodução

Empresários maranhenses que atuam em diversos setores da economia, interessados em implantar ou expandir seus negócios no Estado participaram do 23º Encontro com Empresários, promovido pela Federação das Indústrias do Estado do Maranhão (FIEMA), nesta sexta-feira, 6 de dezembro, na sede da entidade. O presidente da FIEMA, Edilson Baldez das Neves liderou a última edição do ano do Encontro, e recebeu o presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim, e o superintendente estadual do banco, Hailton Fortes, que apresentaram as perspectivas de crédito para a indústria maranhense em 2020 no valor de R$ 100 milhões, recursos do FNE – Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste.

“Esse é um encontro de trabalho para que as empresas maranhenses possam conhecer as linhas de crédito disponíveis às suas atividades. Esse conhecimento permite que os empresários encontrem apoio e se preparem para tornar suas empresas mais competitivas É uma oportunidade importante para a indústria e nossos parceiros do setor de comércio, serviços e turismo”, afirmou o presidente da FIEMA, ao destacar o Encontro com Empresários como uma iniciativa para discutir temas relevantes ao desenvolvimento da indústria no estado.

O Encontro com Empresários teve o apoio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Maranhão (Fecomércio-MA), representada por Maurício Feijó, da Associação Comercial do Maranhão (ACM-MA), representada por Fernando Duailibe, do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Maranhão (Sebrae-MA), representado por Antônio Garcês e da Câmara dos Dirigentes Lojistas de São Luís (CDL-São Luís).

Na apresentação do BNB, o presidente Romildo Rolim, que veio ao Maranhão especialmente para o encontro, destacou os bons resultados do banco em 2019. “Estamos aqui no Maranhão para conversar com os empresários, principalmente, os do segmento da indústria, mas também os do ramo do agronegócio, comércio e serviços e infraestrutura, sobre a atuação do banco para o desenvolvimento da região Nordeste. Já estamos fechando a programação orçamentária do FNE para 2020. O banco está crescendo e a indústria teve um resultado excelente este ano, sobretudo a indústria aqui do Maranhão”, destacou.

O detalhamento do FNE ficou a cargo do superintendente estadual do BNB, Hailton Fortes. Ele explicou que o fundo é a principal linha de crédito do BNB para o setor industrial, é amplo e financia desde a aquisição de bens de capital até a implantação, modernização, reforma, relocalização ou ampliação de empreendimentos do setor.

Segundo Hailton, a indústria é um segmento da economia prioritário na política de atuação do banco. “A gente tem previsto para o orçamento de 2020, R$ 100 milhões para ser aplicado na indústria do Maranhão. Se tivermos demanda de projetos com viabilidade econômica, financeira e ambiental esse valor poderá ser superado e não vai faltar recurso”, completou.

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias