RIO DE JANEIRO

Crivella pede que livro dos Vingadores com beijo gay seja recolhido da Bienal

Prefeito disse estar ‘protegendo os menores da nossa cidade’; advogada diz que decisão é ‘censura’

Reprodução

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB) determinou em um vídeo postando ontem, 5, no Twitter, que os organizadores da Bienal Internacional do Livro do Rio recolham a obra “Vingadores, a cruzada das crianças”. Segundo o prefeito, a HQ tem “conteúdo sexual para menores”. E por isso afirma que “a prefeitura do Rio de Janeiro está protegendo os menores da nossa cidade.”

Livros assim precisam estar embalados em plástico preto, lacrado, e, do lado de fora, avisando o conteúdo

Após a ordem do prefeito, a obra se esgotou na manhã de hoje, segundo informou a assessoria da feira, que acontece no Riocentro, na zona oeste carioca. Na história em quadrinhos, escrita por Allan Heinberg e desenhada por Jim Cheung, dois dos Jovens Vingadores, Wiccano e Hulkling, são namorados.

A Bienal se recusou a atender o pedido da prefeitura e afirmou que:

Dá voz a todos os públicos, sem distinção, como uma democracia deve ser. Inclusive, no próximo fim de semana, a Bienal do Livro terá três painéis para debater a literatura Trans e LGBTQA+. A direção do festival entende que, caso um visitante adquira uma obra que não o agrade, ele tem todo o direito de solicitar a troca do produto, como prevê o Código de Defesa do Consumidor

VER COMENTÁRIOS
Concursos e Emprego
Polícia
Você, Gastrô!
Entretenimento e Cultura
Mais Notícias