REPRESENTATIVIDADE

Estudante da UFMA representará Brasil em conferência da ONU

Junto a outros dois brasileiros, Brenda Izidio, bióloga e mestranda pela UFMA, será a primeira maranhense a participar do evento sobre Diversidade Biológica, no Egito

Mestranda pela UFMA, Brenda representará o Brasil em conferência sobre ecologia. (Foto: Facebook)

A estudante Brenda Izidio, da UFMA, está realizando um grande sonho. Será a primeira maranhense a participar da Conferência das Nações Unidas sobre a Convenção de Diversidade Biológica, no Egito – e representará o Brasil na defesa do desenvolvimento sustentável do planeta.

Bióloga e mestranda com apenas 25 anos, Brenda participa das organizações internacionais Global Youth Biodiversity Network e da ONG Engajamundo, que financiarão sua ida junto a mais dois brasileiros à conferência na cidade de Sharm El Sheikh do dia 17 a 29 de novembro.

“Além de levar a representatividade como mulher, jovem, cientista formada pela educação pública e cidadã maranhense”, conta Brenda, “também poderei levar posicionamentos relevantes para incidir nas discussões a favor da manutenção e proteção da natureza”.

Coordenadora de diversos projetos sociais, a bióloga conta que seu objetivo também é capacitar pessoas para “incidir em espaços de tomada de decisões políticas de nível local a internacional”. Segundo ela, fomentar a participação de comunidades na política “é exatamente o que pretendemos fazer durante a conferência”.

Brenda durante projeto social. (Foto: OStudioA/Facebook)

“A minha expectativa é que, ao final do mestrado, eu possa ser uma especialista em biodiversidade”, explica a estudante, sobre seu futuro. “E que eu possa atuar mais fortemente no Maranhão para que tenhamos mais políticas que levem em conta a importância de se conservar nossa flora e fauna”, finaliza.

Convenção de Diversidade Biológica

Tratado internacional das Nações Unidas desde 1993, a convenção reúne representantes de 160 países para discutir os rumos adequados para a proteção da diversidade biológica da fauna e flora de cada um. É um dos mais importantes instrumentos internacionais do meio ambiente.

A Convenção estrutura-se em três pilares principais: na conservação da diversidade biológica, no uso sustentável da biodiversidade e na repartição justa dos benefícios provenientes da utilização dos recursos genéticos.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS