Foto: Reprodução

A Petrobras anunciou hoje, 6, um mecanismo financeiro chamado ‘hedge’ que vai permitir manter o preço da gasolina estável por até 15 dias. A nova ferramenta será opcional e visa reduzir a variedade do preço do combustível sem afetar o resultado financeiro da estatal.

O mecanismo é resultado de uma evolução na precificação de combustíveis no Brasil e não altera a política de preços da Petrobras.

Ao invés de reajustar os preços diariamente, a Petrobras poderá segurá-los por um período de, no máximo , 15 dias, realizando operações financeiras no exterior, ao fim do período, o reajuste aplicado será sempre igual ao resultado das variações diárias do barril de petróleo e câmbio, a fim de que a Petrobras mantenha a similaridade com os preços no mercado internacional.

A decisão já foi anunciada para o mercado e está em vigor, segundo os diretores, com o instrumento à disposição da Petrobras a partir de hoje, 6.