Foto: Reprodução

A Petrobras informou nesta sexta-feira, 31, que o preço médio do óleo diesel nas refinarias em todo o país, estarão 13,03% mais caro. Com o aumento, o preço do diesel passou de R$ 2,0316 para R$ 2,2964 por litro. O aumento acontece após a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) ter anunciado a nova tabela com a elevação do preço de referência para comercialização do diesel, na noite de quinta-feira, 30.

Esta é a primeira alteração no preço do derivado desde junho, quando ocorreu a greve dos caminhoneiros, e em acordo, o governo congelou o preço do diesel nas refinarias em R$ 2,0316 por litro, depois de toda a negociação, a greve teve um fim.

O novo preço que começou a valer a partir de hoje, 31, e implicará em aumento nas bombas. A gasolina também sofrerá um reajuste de 1,53% no preço do litro nas refinarias, que passará de R$ 2,1375 para R$2,1704. É o valor mais caro desde junho do ano passado, quando a Petrobras mudou sua política de preços e passou a acompanhar as mudanças do preço da commoditie no mercado externo.

Em São Luís, a mudança já foi percebida por muitos consumidores. Em muitos postos de combustíveis, as mudanças estavam ocorrendo gradativamente. O aumento que estava previsto para o fim do ano, acabou sendo divulgado mais cedo, pesando muito no bolso dos consumidores maranhenses.

O Presidente do Sindicombustíveis MA Leopoldo Santos, afirmou que ” Nos últimos 15 dias já houve um aumento de 0,25 centavos no preço da gasolina. E a previsão, já que o governo anunciou a mudança, é de que o preço se eleve nos próximos dias.

Magnólia Rolins administradora do ‘Posto Magnólia’ em São Luís afirma que os preços continuarão sofrendo aumentos “O preço cresce devido os encargos embutidos, a distribuidora, além da influência do aumento do dólar. A previsão é que amanha,  mais 0,04 centavos sejam acrescidos no valor do preço da gasolina”, conclui.