ÚLTIMO AMISTOSO

Brasil vence a Áustria por 3 a 0 e segue para a Rússia

Na última partida antes da estreia oficial, a seleção brasileira superou a vantagem austríaca de jogar em casa, e mostrou que está pronta para encarar a Suíça no próximo domingo, 17

Reprodução

A vitória do Brasil por 3 x 0 sobre a Áustria, no gramado do Happel Stadion, começou a ser construída aos 34 minutos do primeiro tempo, com o gol de Gabriel Jesus que, após uma bola rebatida na zaga austríaca, sobrou no lado esquerdo para o atacante. Ele ajeitou o corpo e chutou cruzado, no lado esquerdo do goleiro Lindner.

O gol aliviou um pouco a pressão que a seleção austríaca, até então, vinha exercendo domínio sobre o time brasileiro no primeiro tempo, com uma marcação forte e algumas vezes até faltosa. Após o gol de Jesus, a seleção passou a controlar o jogo no meio de campo, sem permitir as ações de ataque dos austríacos, até que o árbitro finalizasse o primeiro tempo.

A seleção voltou para o segundo tempo sem nenhuma mudança, mas com uma postura tática mais ofensiva, principalmente pelo lado esquerdo, com as triangulações de Neymar, Coutinho e Willian. Mas foi com uma jogada que começou pela direita, com Willian, que o atacante numa assistência por cima da zaga adversária encontrou Neymar livre pelo lado esquerdo.

Restou ao craque brasileiro o trabalho de aplicar um corte seco no zagueiro Dragovic, que ficou no chão, antes de chutar para o gol, sem chance de defesa para o goleiro austríaco Lindner . Foi o gol de número 55 de Neymar pela seleção, aproximando-se ainda mais de marca de Romário, que tem 56 gols, segundo a contagem da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Com 2 x 0 no placar, Tite começou a fazer uma série de mudanças no time. Entraram Marquinhos no lugar de Thiago Silva; Fernandinho, em substituição à Casemiro; e Roberto Firmino no lugar de Gabriel Jesus.

O terceiro gol brasileiro aconteceu minutos depois da entrada de Firmino. Ele encontrou Coutinho livre pelo lado esquerdo e passou-lhe a bola, lembrando a antiga parceria dos dois no Liverpool, onde jogaram juntos até a saída de Coutinho para o Barcelona. Aproveitando a deixa do amigo, Coutinho só teve o trabalho de avançar e tocar por cima do goleiro Lindner, que só viu a bola tocar o fundo da rede.

Após o gol, Tite fez novas mudanças no time: aos 29 minutos, tirou Coutinho e colocou Taisson e, aos 37, Douglas Costa entrou no lugar de Neymar. A seleção ainda tentou algumas jogadas de efeito, mas, com a vitória garantida, fez o tempo passar até o juiz apitar o fim da partida. Os jogadores brasileiros saíram do Happel-Stadion de Viena aplaudido pela torcida.

A delegação brasileira deixa a capital da Áustria ainda neste domingo. A previsão de chegada a Sochi, na Rússia, está prevista para a madrugada desta segunda-feira, 11. O Brasil estreia na Copa do Mundo no próximo domingo, dia 17, contra a seleção da Suíça, às 15h (horário de Brasília), no Rostov Arena.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS