Um bebê de dois meses veio a óbito após dar entrada na noite desta segunda-feira, 02, no Hospital Geral de Presidente Dutra, com hematomas e ossos quebrados. Os suspeitos de cometer as agressões são os próprios pais da criança: a mãe, de 18 anos, e o pai, de 17.

O crime aconteceu no município de Dom Pedro, a 320 km de São Luís. A polícia foi acionada pelo médico que atendeu o bebê. De acordo com os oficiais, os pais são usuários de drogas, e deram versões desencontradas durante os depoimentos.

“[A criança] estava completando dois meses. Conversando com os pais, eles deram versões desencontradas. Em uma, ele disse que a criança caiu do berço, e em outra, que teria caído da cama há cerca de sete dias“, informou o Investigador de Polícia Jackson Douglas Ferreira. De acordo com as informações, os pais ainda chegaram a dizer que as lesões foram causadas após um suposto engasgamento da criança.

Todas as versões foram descartadas tanto pelo médico, quanto pela polícia. A criança, que chegou ao hospital em estado gravíssimo, tinha a clavícula e os ossos das pernas quebrados. O bebê foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) em Timon durante a madrugada, e já foi sepultado.