Radical

Presidente proíbe sexo oral. “Boca é para comer”!

Presidente de Uganda, na África, proíbe sexo oral no país. Yoweri Museveni, conhecido por criminalizar a homossexualidade

O Presidente de Uganda, Yoweri Museveni, conhecido por criminalizar a homossexualidade, criando leis anti-LGBT, mais uma vez chamou a atenção com suas filosofias proibindo a prática do sexo oral no país.

Meseveni culpa os estrangeiros pela banalização da prática e revelou que está preparando uma campanha, com cartazes e anúncios de televisão, contra o sexo oral. “A boca é para comer, não é para fazer sexo. Nós sabemos qual é a ‘morada’ do sexo, sabemos onde é que deve ir”, defendeu o presidente em discurso público nesta semana.

Em 2014, ano em que introduziu a lei anti-homossexual, Meseveni defendeu publicamente que a prática de sexo oral causava lombrigas e outros parasitas. Yoweri Museveni está à frente do país há mais de 30 anos.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS