Investigação

Thiago Bardal e Ricardo Belo tem mandados de prisão expedidos

O delegado Thiago Bardal foi encaminhado para carceragem da Polícia Civil no bairro da Cidade Operária. Já o advogado Ricardo Belo foi levado para o complexo de Pedrinhas

A Justiça do Maranhão deferiu o pedido de mandado de prisão do delegado Thiago Bardal, ex-superintendente da Seic. Além de Bardal, o advogado Ricardo Belo, também teve a prisão decretada. As duas prisões são temporáiras. Os dois foram detidos no início da tarde desta sexta-feira (2).

O delegado Thiago Bardal foi encaminhado para carceragem da Polícia Civil no bairro da Cidade Operária. Já o advogado Ricardo Belo foi levado para o complexo de Pedrinhas.

Bardal recebeu voz de prisão enquanto prestava depoimento na Superintendência de Combate a Corrupção (Seccor), no bairro do São Francisco. O depoimento do delegado teve início pela manhã de sexta-feira (2).

O advogado Ricardo Belo tinha se apresentado na Seccor, na última terça-feira, e prestou depoimento. Na ocasião revelou que o seu encontro com Bardal era para falar de um cliente, que está preso por tráfico de drogas.

Bardal e Belo são investigado por formação de quadrilha, que era especializada em contrabando de bebidas e cigarros, que chegavam por um porto na localidade Arraial, no bairro Quebra Pote, zona rural de São Luís.

Os dois estava juntos nas proximidades do local onde a quadrilha foi presa. Três militares foram presos na operação.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS