Contra a Ponte

Sampaio terá mudanças em “decisão” na Copa do Brasil

Sampaio tem dúvidas no meio-campo para confronto diante da Ponte Preta. Treinador tem alternado sistema tático e peças durante atividades para o confronto

Com a possibilidade de “pequenas” mudanças no time, o Sampaio Corrêa vai fazer o jogo mais importante, até o momento, da temporada 2018. Nesta quinta-feira (15), a Bolívia encara a Ponte Preta, às 19h15, no Estádio Castelão, em partida válida pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil.

Na primeira partida, as equipes empataram sem gols, e uma vitória simples coloca o Tricolor na quarta e inédita fase da competição nacional. Um novo empate leva a decisão para os pênaltis.

O técnico Francisco Diá ainda não definiu a equipe e estuda mudanças principalmente no meio-campo. Para o duelo diante dos alvinegros, a Bolívia Querida não vai ter o meia Marlon por conta de uma lesão muscular.

Para sua vaga Diá tem observado o atacante Rodrigo Fumaça e o meia recém-contrato João Paulo, ex-Ferroviária-SP.

Com falta de Junio Rocha, o treinador também tem trabalhado com Bruno Moura na latera-direita, deixando uma briga no meio campo entre César Sampaio, que na última partida estava na lateral, e Silva. Após lesão da mão, o goleiro Andrey foi confirmado entre os titulares para o confronto diante da Ponte Preta.

A possível escalação do Sampaio deve ser: Andrey; Bruno Moura, Joécio, Maracás e Kaike; César Sampaio (Silva), Yuri, Fernando Sobral; Rodrigo Fumaça (João Paulo), Uillian e Alyson.

Ponte Preta sem técnico
Sem treinador, a Ponte Preta chegou em São Luís ainda com duas dúvidas na escalação, além da saída de Wesley Matos, que voltou ao Vila Nova. O técnico interino João Brigatti tem problemas está na lateral-esquerda, pois Jeferson cumpre suspensão automática, e Orinho deve ser escalado mais à frente, como meia aberto pelo lado. Brigatti deve usar Marciel no setor.

Outro desfalque é Léo Artur, que reclamou de um problema muscular na coxa. Apesar dos exames não detectarem lesão, o meia alegou falta de confiança e foi poupado pela comissão técnica. Sem ele, é provável que a Macaca atue com três volantes. A estreia de Lucas Mineiro, ex-Chapecoense, é garantida.

A Ponte deve ir a campo com: Ivan; Emerson, Renan Fonseca, Luan Peres e Marciel; Nathan, João Vitor e Lucas Mineiro; Silvinho, Orinho e Felippe Cardoso.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS