Ação policial

“Operação Liberdade” fecha dois bairros da capital maranhense

A ação envolveu a Polícia Militar e o Batalhão de Trânsito da PM. Todos os veículos que entravam e saíam da região foram parados e revistados

Uma operação da polícia, no condomínio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) – Residencial Camboa, mas também conhecido como “Carandiru”, foi realizada, na manhã desta quinta-feira (22). Além da Camboa, o bairro da Liberdade também é alvo da ação.

De acordo com informações, a ação envolveu a Polícia Militar e o Batalhão de Trânsito da PM. Todos os veículos que entravam e saíam da região foram parados e revistados. A operação é comandada pelo coronel Edeilson, comandante do policiamento Especializado da PM. “A operação continua por vários dias nos bairros”, revelou.

No dia 23 de março do ano passado, Valdirene Pereira, mais conhecida como “Val”, foi presa. Ela é suspeita de comandar o tráfico de drogas na região, e uma das “cabeças” de facções criminosas que atuam no Carandiru.

Mesmo após a prisão dela, a movimentação de drogas na área não parou. Na última terça-feira (20), um grupo rival invadiu a Camboa e trocou tiros com integrantes da facção criminosa que domina a área.

Val estava em liberdade condicional e foi detida por suspeitas de envolvimento na troca de tiros, da última terça. Além dela, outras três pessoas foram capturadas. Os suspeitos detidos foram identificados como Wanderson Borges Frazão, Paulo Cícero Marques da Silva e Edson da rocha silva. Eles foram encaminhadas para a sede da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), no Bairro de Fátima.

VER COMENTÁRIOS
CONTINUAR LENDO
MOSTRAR MAIS